Lembra deles?

Disney fará live-action de Tico e Teco para sua plataforma de streaming

Dupla fez grande sucesso nos anos 90

Disney fará live-action de Tico e Teco para sua plataforma de streaming
Tico e Teco serão parte do catálogo Disney+ - Divulgação/Walt Disney

Redação NT

Publicado em 20/10/2020 às 10:14:53 ,
atualizado em 20/10/2020 às 10:34:04

Desenho de 1943 com uma série lançada nos anos 1990, Tico e Teco terá um live-action no Disney+, segundo o site The Insider. A produção deve começar na próxima primavera do hemisfério norte e será dirigido por Akiva Schaffer. David Hoberman e Todd Lieberman, que produziram Os Muppets bem como A Bela e a Fera, também estarão.

Os detalhes da produção vêm sendo mantidos em segredo, mas não será uma história original e nem de detetive. Em vez disso, vem sendo tratado como autorreferencial. O filme foi escrito pela dupla de roteiristas da série How I Met Your Mother, Dan Gregor e Doug Mand.

A série original, que tem o título de Chip 'n Dale: Rescue Rangers nos Estados Unidos, estreou no Disney Channel em 1989. Depois seguiu apenas com Tico e Teco lidando com crimes que às vezes são "pequenos demais" para a polícia lidar.

O último episódio foi ao ar em 19 de novembro de 1990. Daquele ano até 1993, as reprises fizeram sucesso na programação da Disney, e acabou desembarcando também no Brasil, conseguindo grande êxito com as repetições.

Menos de um mês para o Disney+

O Disney+ chega ao Brasil no dia 17 de novembro e o presidente do grupo para a América Latina, Diego Lerner, revelou que o preço do serviço será inferior ao da Netflix. Ele também relatou que o mercado brasileiro é atrativo e garantiu que a empresa fará séries e filmes no país.

“Cobraremos em moeda local, não em dólar. Vamos estar na faixa de menor preço do Netflix (atualmente R$ 21,90), porque queremos uma penetração massiva no Brasil”, contou em entrevista publicada no último dia 9 pela revista Veja. A plataforma apostará em produções da Marvel, Pixar, Star Wars e National Geographic. Mas também irá investir em atrações feitas no Brasil para chamar atenção do consumidor brasileiro.

“Teremos conteúdos para brasileiros feitos por atores e diretores daqui. Haverá investimento em séries e filmes. O streaming permite que tenhamos essa diversificação. É uma experiência mais rica que a da TV, permitindo oferecer opções como clássicos, filmes em espanhol, filmes de arte. Aliás, tudo que estiver em exibição no Disney+ do resto do mundo ficará disponível no Brasil também”, afirmou. “O Brasil está entre os 10 principais mercados para a Disney. Logo, o investimento será proporcional ao seu tamanho e importância”, acrescentou.

Esse investimento no Brasil não será por acaso. A Disney coloca o país como o principal mercado da América Latina. “O entusiasmo de vocês é impressionante. Há uma clara diminuição da indústria de TV paga no mercado nacional, como consequência da migração de consumidores para as ofertas digitais”, relatou.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!