Reviravolta

Justiça anula união de Vera Verão com empresário a pedidos de herdeiros do ator

Jorge Lafond morreu em 2003, vítima de um infarto fulminante


Jorge Lafond de lado, falando, vestindo paletó marrom
Jorge Lafond em entrevista ao De Frente com Gabi, em 1999 - Reprodução/SBT

Três primos de Jorge Lafond (1952-2003), tidos como herdeiros do ator que interpretava a Vera Verão, recorreram à Justiça para derrubar uma decisão de novembro do ano passado, que reconhecia o vínculo de união estável entre o famoso e seu empresário, Marcelo Pádua.

De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o Tribunal de Justiça de São Paulo atendeu a solicitação dos familiares do artista. Segundo os desembargadores do TJ-SP, embora existam provas de que eles tiveram um envolvimento, a relação não cumpria os requisitos do Código Civil que reconhecem uma união estável e o desejo de constituir uma família.

Além de citar o fato de os dois não morarem no mesmo endereço, a sentença fala de uma ação movida pelo empresário contra o INSS, a fim de receber uma pensão pela morte do ator, que não teve êxito por falta de provas da união. Pádua morreu em 2020, quando o processo estava em curso, e passou a ser representado por sua mãe.

Ainda de acordo com a publicação, a herança deixada por Lafond é composta por uma casa em Mairiporã, na Grande São Paulo, comprada por ele da atriz Cassia Kis, além de três seguros de vida que somam cerca de R$ 800 mil. 

Empresário de Vera Verão chegou a dizer que foi roubado

Justiça anula união de Vera Verão com empresário a pedidos de herdeiros do ator

Em 2019, o Fofocalizando repercutiu a briga na Justiça entre a família do ator Jorge Lafond contra Marcelo Pádua, empresário do artista. O repórter Roger Turchetti entrevistou Pádua, que declarou que seu advogado o informou que ele foi roubado.

De acordo com Marcelo, o seu representante legal descobriu que Jorge, a eterna Vera Verão, deixou pago um apólice de seguro em 2002 colocando o empresário como o beneficiário. Contudo, o advogado soube que outra pessoa retirou o dinheiro no lugar do seu cliente.

“Marcelo, você foi roubado. Meteram a mão do que é teu por direito”, teria afirmado o doutor. “Houve um pacto sujo, baixo, nojento entre a seguradora e essas pessoas. Me roubaram! Meteram a mão”, acrescentou Marcelo.

O repórter aproveitou o momento e o questionou sobre quem pegou o dinheiro de Jorge. Marcelo explicou que foram três primos e disse os nomes dos possíveis envolvidos. “Ana Carla, Alexandre e Sidney”. Os três não eram tão próximos, apesar da primeira conversar mais com o ator. Na ocasião, o empresário ainda contou que casou com Lafond e viveu um bom tempo com ele.

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos