Reportar
erro
Soltou o verbo

Fábio Porchat detona Bolsonaro em homenagem a Paulo Gustavo: "Câncer"

Humorista prevê que o Brasil estará livre do atual presidente em 2023


À direita, Fábio Porchat; à esquerda, Jair Bolsonaro
"A gente precisa tirar a milícia do poder", opinou Fábio Porchat ao falar do presidente Jair Bolsonaro - Foto: Montagem NT
Por Redação NT

Publicado em 23/04/2022 às 13:54:00

Fábio Porchat marcou presença na homenagem a Paulo Gustavo (1978-2021), em desfile da São Clemente, no Carnaval do Rio de Janeiro. Em entrevista nos bastidores do desfile, o humorista detonou Jair Bolsonaro, definindo o presidente da República como um “câncer” e prevendo que o Brasil se verá livre dele em 2023.

“A gente tem que pensar que em 2023 este câncer não estará mais entre nós, e o Brasil vai voltar a sorrir”, disparou Fábio Porchat, em depoimento concedido à coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal O Globo.

O comentário foi proferido após o humorista ser questionado sobre o perdão de pena que Jair Bolsonaro concedeu ao deputado federal Daniel Silveira. O parlamentar foi condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por ameaças aos ministros daquela Corte.

Ainda na entrevista, Fábio Porchat foi em frente ao falar sobre o chefe do Executivo: “A gente precisa tirar a milícia do poder. Eu acho que, no fim das contas, esta é a eleição do 'queremos democracia ou não?'. E a gente precisa querer”.

Veja Fábio Porchat no desfile da São Clemente em homenagem a Paulo Gustavo:

Tatá Werneck revelou medo com desfile em homenagem a Paulo Gustavo

imagem-texto

Na sexta-feira (22), momentos antes de participar do desfile da São Clemente na Marquês de Sapucaí, no Rio, Tatá Werneck desabafou sobre sua expectativa para o evento. Por meio do Twitter, a atriz e apresentadora afirmou que estava muito tensa com o desfile, mas que não poderia deixar de ir a homenagem ao humorista.

"Vou com minha máscara e vou tirar só na hora do desfile. Confesso que estou bem nervosa. Mas se eu não tivesse nessa homenagem iria me arrepender muito. Peço de antemão desculpas caso alguém me ache antipática. O laudo é cagaço", escreveu Tatá, na rede social.

A comediante estava nervosa também por medo de se contaminar com a Covid-19, já que sua filha, Clara Maria, de dois anos, não vacinou contra a doença por causa da idade. Homenageado no Carnaval, Paulo Gustavo morreu em maio de 2021, vítima do coronavírus, após travar uma batalha contra a doença.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos