Sumida

Por onde anda Gabriela Alves, de Mulheres de Areia e Tropicaliente

Longe da TV há 11 anos, atriz seguiu outra profissão, mas não descarta volta às novelas


Gabriela Alves na novela Mulheres de Areia, exibida na Globo em 1993
Em Mulheres de Areia (1993), Gabriela Alves interpretou Glorinha, jovem ingênua que se apaixona por Tito (Eduardo Moscovis) - Foto: Divulgação/Globo

A atriz Gabriela Alves, longe da TV há 11 anos, pode ser vista em novelas que fizeram sucesso na década de 1990 e foram resgatadas recentemente pelo Globoplay, como Mulheres de Areia (1993) e Tropicaliente (1994). Em entrevista divulgada neste sábado (26), a artista revelou seu “paradeiro” e explicou o que motivou seu afastamento da televisão.

Filha da também atriz e cantora Tânia Alves, Gabriela Alves deixou a carreira artística de lado para se dedicar ao trabalho como terapeuta. Atualmente, ela vive no spa da família em Nova Friburgo (RJ). “Sou atriz desde os 3 anos e sempre me interessei por essa busca espiritual”, disse em depoimento ao site da colunista Patricia Kogut, do jornal O Globo.

“Trabalho com empoderamento feminino e as dores criadas dentro do patriarcado. Sou uma terapeuta da alma, mentora da arte do ser e guardiã do sagrado feminino. Tenho um projeto chamado A Cura do Feminino e estava viajando com ele pelo país. Com a pandemia, os encontros passaram a ocorrer no spa.”

Seu último trabalho em novelas foi em Amor e Revolução (2011), no SBT. Depois, ela fez peças de teatro e deu novo rumo à vida com uma outra profissão. “Eu cogitaria voltar a atuar se surgisse uma personagem que abordasse essa questão feminina com que eu trabalho hoje. Mas não é algo que estou procurando ou investindo.”

Veja como Gabriela Alves está hoje:

América e Que Rei Sou Eu? chegam ao Globoplay

América (2005) chega ao Globoplay em abril. A notícia foi dada por Erick Bretas, diretor de Mídias Digitais da Globo, em rede social. Sucesso de audiência, a novela de Glória Perez com direção de Jayme Monjardim foi exibida em 2005 e nunca teve reprise na TV. Por isso, aparece como campeã de pedidos entre os noveleiros.

A trama tinha os sonhos dos personagens como fio condutor. De origem humilde, Sol (Deborah Secco) sonha com uma vida melhor nos Estados Unidos. Para isso, decide entrar clandestinamente no país e abandonar Tião (Murilo Benício), cuja única ambição é se tornar o maior campeão de rodeios da cidade de Boiadeiros.

Antes, em março, será a vez de Que Rei Sou Eu? (1989) entrar para o catálogo do Globoplay. Clássico capa e espada assinado por Cassiano Gabus Mendes, o folhetim conta a história de Jean-Pierre (Edson Celulari), herdeiro bastardo do trono de Avilan, que luta contra as injustiças do reino, ambientado em um contexto alusivo ao período da Revolução Francesa.

NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias
Outros Famosos