Pegou mal

Loja que vendia roupa inspirada em Marília Mendonça no dia de acidente pede desculpa

Em comunicado, a empresa afirma que as peças não estão mais disponíveis


Montagem de fotos de Marília Mendonça e modelo com conjunto xadrez
Conjunto inspirado na roupa xadrez que Marília Mendonça usava em acidente está sendo comercializado - Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 18/02/2022 às 13:53:00,
atualizado em 18/02/2022 às 13:57:45

Após o acidente aéreo que vitimou Marília Mendonça (1995-2021), em novembro do ano passado, algumas lojas passaram a comercializar uma espécie de réplica da roupa que a cantora usava quando embarcou no bimotor, o que gerou revolta nos fãs da sertaneja.

Em plataformas de vendas online, é possível comprar as peças em conjunto ou separadas. Em um site, por exemplo, a roupa é identificada como "Conjunto Marília", o que dá a entender que o nome da sertaneja esteja sendo usado para impulsionar as vendas dos produtos.

Após uma matéria publicada pelo portal Metrópoles na última quinta-feira (18), uma das lojas que comercializava as peças publicou um pedido de desculpas em seu perfil no Instagram e afirmou que o conjunto não está mais disponível para os clientes.

"Viemos por meio deste pedir desculpas ao fato envolvendo a comercialização da peça inspirada na cantora Marília Mendonça. Em nenhum momento a intenção era de promover dor, revolta e comoção. As peças já não estão mais disponíveis para vendas. Pedimos imensamente desculpas aos familiares e fãs", escreveu o administrador da página da Sua Cara Tricot.

Outras duas lojas, Tricot e Miroca Modas, também foram citadas na matéria.

Mãe de Marília Mendonça recebe roupas que cantora usou em acidente

Na quinta-feira (10), Ruth Moreira, mãe de Marília Mendonça (1995-2021), recebeu as roupas que a cantora usava no momento em que sofreu o acidente que lhe tirou a vida. Ruth usou as redes sociais para comentar sobre a dor da perda da filha, que faleceu há três meses, após o avião em que estava cair depois de se chocar com fios de alta tensão em Caratinga (MG).

"Não tem dor maior do que a de enterrar um filho, você é mutilado sem anestesia e fica sangrando até morrer ou se apega muito com Deus pra continuar a missão pela qual ele te designou", escreveu Ruth nas redes sociais.

Segundo o site metrópoles, o emblemático vestido quadriculado usado por Marília no dia do acidente foi guardado e não foi lavado até ser entregue para a família da sertaneja.

Ainda de acordo com a publicação, parentes da cantora querem construir um museu em homenagem à Marília para exposição de peças e outros artigos pessoais da estrela.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos