Reportar erro
Novo visual

DJ Ivis tem habeas corpus negado e surge irreconhecível na prisão

Músico agrediu ex-esposa e virou manchete

DJ Ivis e Pamella Holanda
DJ Ivis agrediu a ex-esposa, Pamella Holanda - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 19/07/2021 às 11:34:29,
atualizado em 19/07/2021 às 11:54:03

Iverson de Souza Araújo, popularmente conhecido como DJ Ivis, teve habeas corpus negado pela Justiça no último sábado (17) e seguirá preso por tempo indeterminado. Acusado de agredir a ex-esposa, a influenciadora Pamella Holanda, ele ganhou as manchetes em todo o país ao longo da última semana. O músico também surgiu irreconhecível após raspar os cabelos.

Ele foi preso na última quarta-feira (14) depois de Pamella divulgar vídeos em que era agredida. Com os cabelos raspados, DJ Ivis fez a tradicional foto quando o indivíduo é encarcerado. Ele ficou careca na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Lopes, em Aquiraz, Ceará.

Caso o músico seja condenado, a pena máxima é de três anos, em regime aberto ou semiaberto. No final de semana, admitiu em vídeo que errou ao agredir a ex-esposa. ""Estou errado mesmo. Peço perdão a cada um de vocês. Nada vai mudar o que eu fiz. Tentei ser perfeito e não consegui. Não quero mudar o que eu fiz, mas quero mostrar que também sou humano. Agora eu vejo a coisa mais errada que já fiz na minha vida", afirma DJ Ivis, chorando, em um trecho da gravação.

DJ Ivis tem habeas corpus negado e surge irreconhecível na prisão

O caso DJ Ivis

A ex-esposa de DJ Ivis fez um boletim de ocorrência no dia 3 de julho. No dia seguinte, o Ministério Público chegou a solicitar uma medida protetiva para a mulher e a filha. O músico rebateu e afirmou ter recebido chantagens. A agressão aconteceu, segundo ele, por "medo do comportamento desequilibrado da esposa".

"Não estou aqui para justificar nada. Estou aqui para mostrar que não aguento mais isso. Muitas pessoas vão me julgar, mas eu não suportava mais isso, eu recebi chantagens, ameaça de morte com a minha filha. Ninguém sabe o que é isso que eu passei" rebateu, na ocasião.

Ivis tinha mais de 40 lançamentos programados até o final de 2021, entre participações em faixas de outros artistas e músicas próprias. Todas foram suspensas pela Sony Music, que contratou o artista em abril. Zé Felipe e Latino, que tinham parceria com o DJ, pularam fora rapidamente após o escândalo.



Mais Notícias
Outros Famosos