Reportar erro
Pesado

Ex-segurança de Britney Spears revela que cantora recebia coquetel de drogas e expõe pai

Britney Spears era proibida de fazer tudo

Pai de Britney Spears e cantora
Pai de Britney Spears e cantora nunca se entenderam - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 19/07/2021 às 09:38:24,
atualizado em 19/07/2021 às 10:07:16

Fernando Flores, ex-segurança de Britney Spears, revelou ao tabloide britânico The Sun que a Princesinha do Pop recebia coquetel de drogas todas as sextas-feiras. Segundo ele, ainda, Britney chorava constantemente por conta da relação com o pai, que sempre foi problemática.

"Eu queria explicar o que era tudo aquilo... Três medicamentos antipsicóticos e pílulas anticoncepcionais. Ela ia de sã à uma conversa sobre universos paralelos", acrescentou ele ao tabloide, que continuou explicando como era a vida dela na mansão.

Flores também falou que Britney não tinha permissão para sair sozinha e seu telefone era monitorado com certa frequência. Qualquer pessoa que fosse visitá-la, ainda, precisava ter seus pertences revistados ao adentrar a mansão.

O profissional foi contratado em 2010 para proteger a cantora cerca de um ano depois de Jamie Spears, seu pai, assumir a tutela por conta dela ter tido problemas constantes com drogas. Flores trabalhou com Britney por cerca de oito meses, tempo suficiente para que ele soubesse de muitas coisas.

O pai dela, de acordo com Flores, ligava de três a quatro vezes por dia para saber tudo o que vinha acontecendo na mansão onde vivia a filha. A falta de liberdade de Britney era assombrada: ela tinha que pedir permissão para tudo, mas por conta disso, passava grande parte do tempo se exercitando ou simplesmente vendo TV.

O sofrimento de Britney Spears

No início do mês, Britney sofreu uma derrota na justiça americana. O tribunal de Los Angeles decidiu que o pai da cantora, Jamie Spears, continue sendo o tutor da artista. A princesa do pop havia pedido que seu pai deixasse de ser seu tutor, mas a corte negou a solicitação. Sendo assim, Jamie mantém o controle da vida financeira e outras questões pessoas da filha.

Brenda Penny, juíza responsável pelo processo, não levou em consideração o depoimento emocionante de Britney dias antes. Na ocasião, a cantora declarou que sofreu abusos durante sua vida profissional, que atrapalharam sua saúde.

"Eu só quero minha vida de volta, já se passaram 13 anos e é o suficiente. É o suficiente e não faz sentido nenhum. Estou farta. Sendo honesta, quero processar minha família", desabafou a cantora em depoimento. Desde que esteve no tribunal pela última vez, Britney contou que muitas coisas aconteceram.

"As pessoas que fizeram isso comigo não deveriam ser capazes de se safar tão facilmente. Vou recapitular. Eu estava em turnê em 2018. Fui forçada a fazer ... Meu empresário disse que se eu não fizesse essa turnê, teria que encontrar um advogado", lamentou ela.



Mais Notícias
Outros Famosos