Reportar erro
Grande perda

Viúvo de Artur Xexéo lamenta morte do marido: "A vida é má"

Paulo Severo agradeceu as mensagens de carinho que recebeu pelo falecimento do jornalista

Artur Xexéo e Paulo Severo posados para foto
Viúvo de Artur Xexéo lamenta morte do marido - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 28/06/2021 às 17:03:00,
atualizado em 28/06/2021 às 17:08:44

Nesta segunda-feira (28), Paulo Severo, viúvo de Artur Xexéo, usou as redes sociais para lamentar a morte do marido. No Instagram, ele compartilhou mensagem de luto pela perda do jornalista, com quem era casado há mais de 30 anos. Severo ainda agradeceu as mensagem que vem recebendo dando força para superar o falecimento de Xexéo, que morreu neste domingo (27), aos 69 anos.

"Estou anestesiado pela realidade. Eu perdi o meu companheiro na acepção da palavra. E a minha vida, como a conheço, agora se foi. Vida que segue e se impõe de maneira impositiva. A vida é má, a gente é que não se dá conta. The show must go on (O show deve continuar). Obrigado a todos que estão solidários comigo. Isso não tem preço. Artur não tinha preço. A Vida não tem preço", escreveu Severo.

O jornalista Arthur Xexéo morreu neste domingo (27), aos 69 anos, vítima de um linfoma. Escritor, ele era, além de crítico de TV e de entretenimento, um dos comentaristas do Oscar na Globo, além de já ter participado de projetos de dramaturgia. Ele estava internado no Rio de Janeiro para o tratamento quando morreu e a notícia foi confirmada pelo GloboNews e pelo Fantástico.

Xexéo era muito conhecido no meio e acumulava amigos, como Miguel Falabella, com quem chegou a trabalhar, como no musical Xanadu, que foi traduzido por ele e teve a direção do ator e roteirista, que deixou a Globo recentemente. Quem também trabalhou com ele, na profissão de jornalista, foi Ancelmo Gois, que falou sobre a morte em suas redes sociais.

"Vai deixar uma saudade profunda neste colunista, que teve o privilégio de trabalhar com Xexéo em Veja, Jornal do Brasil e O Globo. Além de contar com a sua generosa amizade. Ao seu companheiro Paulo, uma solidariedade profunda", escreveu.

O jornalista esteve por vários anos como um dos comentaristas do Oscar para a Globo e, recentemente, para o Globoplay, ao lado de Dira Paes e da apresentadora Maria Beltrão que, aliás, entrou ao vivo no GloboNews para comentar a morte do colega. Enquanto comentava o ocorrido, ela acabou não resistindo e caiu nas lágrimas, se emocionando pela tristeza e também surpresa do ocorrido.

O legado de Artur Xexéo

Além de jornalista e crítico de entretenimento, Arthur Xexéo era escritor e publicou diversos livros, inclusive sobre sua paixão pelo futebol, como foi o caso de O Torcedor Acidental (Rocco, 2010). Mas ele também ficou marcado por trabalhar em biografias, tendo escrito em 1996 a obra Janete Clair - a usineira dos sonhos (Relumbe Dumara), contando a trajetória de um dos principais nomes da telenovela no Brasil.

Mais de 20 anos depois, ele voltou ao formato ao escrever Hebe: a biografia (Best Seller, 2017), ainda antes da Globo ter produzido a minissérie que mostraria a trajetória de vida da apresentadora.

Mais Notícias
Outros Famosos