Biografia

"A Globo não considera meu passado"

  • Nome: Lauro César Martins Amaral Muniz
  • Nascimento: 16/01/1938
  • Idade: 83 anos
  • Sígno: Capricórnio
  • Estado civil: Casado
  • Profissão: Autor de novelas
  • País: Brasil
  • Cidade: Ribeirão Preto (SP)

Lauro César Muniz é autor de novelas. Formado em engenharia civil, optou por seguir carreira em dramaturgia. As primeiras peças foram encenadas a partir do fim dos anos 1950. Na década de 1960, ele alcançou maior projeção com O Santo Milagroso, entre outros textos sátiros, o que lhe rendeu o ingresso na televisão.

Nos anos 1960, escreveu Ninguém Crê em Mim (1966) e O Morro dos Ventos Uivantes (1967), na Excelsior, e Estrelas no Chão (1967), na Tupi. Depois, passou pela Record, emissora em que fez sua estreia com As Pupilas do Senhor Reitor (1970). Os maiores sucessos da carreira viriam na Globo, a partir dos anos 1970.

Substituiu o autor Bráulio Pedroso no fim de O Bofe (1972) e seguiu contratado pela emissora carioca. Entre os principais sucessos, constam Carinhoso (1973), Escalada (1975), O Casarão (1976), Roda de Fogo (1986) e O Salvador da Pátria (1989). Em muitas delas, o teor político era o grande diferencial.

A última novela na emissora foi Zazá (1997), marcada pelo insucesso. Depois, assinou as minisséries Chiquinha Gonzaga (1999) e Aquarela do Brasil (2000). O retorno à TV foi com Cidadão Brasileiro (2006), na Record, seguida de Poder Paralelo (2009) e Máscaras (2012), na mesma emissora. Ao longo da carreira, também já escreveu e supervisionou texto de produções no exterior, como no Chile.

É casado desde 2004 com a atriz Bárbara Bruno. Antes, foi casado com Maria Muniz, com quem teve três filhos biológicos, Renato Soares de Moura Muniz, Marilia Soares de Moura Muniz e Fernanda Muniz, e uma filha adotiva, a atriz Marcela Muniz. Também é avô da atriz Thais Müller, filha de Marcela.