Reportar erro
Princesa do Pop

De perseguição a saúde mental: 8 fatos que chocam no doc de Britney Spears

Britney Spears completa 40 anos de idade em 2021, mas está longe de ter liberdade

Britney Spears no camarim mais jovem com cara de séria
A vida de Britney Spears: lá se vão 13 anos sem poder mexer no próprio dinheiro - Foto: Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 03/04/2021 às 08:59:00

Britney Spears é um dos assuntos do momento. O documentário não autorizado Framing Britney Spears, apresentado pelo The New Yowk Times e que está disponível no Globoplay, narra a batalha da estrela de 39 anos pela própria liberdade. Ela sob tutela desde 2008 e o movimento Free Britney vem ganhando contornos maiores para que seu pai, Jamie Spears, seja removido do controle de suas finanças.

O documentário de pouco mais de uma hora relata a infância sob os holofotes, a perseguição dos paparazzis, as perguntas embaraçosas e inconvenientes da imprensa estadunidense. "Isso é Estados Unidos", disse ela em um dos trechos.

Sem liberdade desde 2008

Ainda que esse fato possa ser conhecido do público, para muitos, como Caio Afiune do BBB21, é realmente uma surpresa. Outros já se esqueceram que a princesinha do top podem ter esquecido há quanto tempo ela está sob tutela e sem poderes para desfrutar do que conquistou por anos de carreira.

O documentário relembra os primeiros dias da tutela e revela um clipe raro e revelador de Britney de 2008, tirado do documentário Britney Spears: For the Record, da MTV. "Se eu não estivesse sob restrições agora, com advogados e médicos e pessoas me analisando todos os dias... Se isso não estivesse lá, eu me sentiria tão livre... Quando conto o que sinto, é como se eles ouvissem, mas não me escutassem", lamentou.

Cabeça erguida durante a tutela

Ainda que tenha perdido sua liberdade, Britney Spears não parou e isso é retratado. Sua carreira seguiu, aparecendo em programas de TV, lançando álbuns, turnês, e sendo até jurada do programa The X Factor.

Sem se manifestar publicamente de forma veemente sobre isso, Britney foi fazendo aquilo que dava pra fazer: trabalhando bastante, na tentativa de um dia, quem sabe, reverter a situação e se ver livre das amarras jurídicas.

O pai de Britney Spears

James Spears é quem toma conta de tudo da filha há 13 anos. O documentário explica que ele dimininuiu seu papel em 2019 devido aos seus próprios problemas de saúde. Andrew Wallet, advogado, também renunciou a isso depois de um interesse pra lá de suspeito querendo lucrar ainda mais com a riqueza de Britney.

Quem cuida da pessoa física Britney, por enquanto, é Jodi Montgomery. Pelo menos até setembro de 2021. No entanto, o pai ainda tem controle sobre as finanças da filha por tempo indeterminado.

Música? Só se o pai for demitido

A música sempre norteou a vida da princesinha do pop, mas ainda que Montgomery continue à frente da pessoa dela, o desejo é que um banco tome conta de suas finanças. A promessa é que ela não se apresente publicamente para shows até que o pai seja demovido de vez dessa função.

As relações de Britney Spears

Segundo o documentário, pouco se sabe sobre as outras relações de Britney. Tida como "intocável", a falta de entrevistas recentes reforça a suspeita que ela tem pouco contato com pessoas fora de seu círculo íntimo. Também não há informações sobre as relações dela com os pais, irmã e equipe nesta altura do campeonato.

As mensagens subliminares

 Uma das teses defendidas por fãs de Britney Spears é que sua página no Instagram está repleta de mensagens subliminares. Vídeos, fotos e frases podem estar repletas de pedido de socorro e outras coisas do tipo. Segundo os fãs e analistas, a cantora pode usar suas redes sociais para enviar pedidos de ajuda codificados.

Perseguição da imprensa e perguntas indelicadas

Ao longo do documentário, cenas de Britney tendo que responder se é virgem ou outras sobre seus seios são comuns. Os apresentadores dos Estados Unidos parecem naturais ao perguntar esse tipo de coisa. Além disso, desde nova, Britney é perseguida, em alguns casos, literalmente, por paparazzis, o que certamente ajudou a formar a personalidade da cantora que completará 40 anos de idade em dezembro.

Britney Spears: A saúde mental

Um dos aspectos que chamou mais atenção no documentário é sobre sua saúde mental. Por mais de uma hora, o público viaja ao passado e vê a evolução dela como cantora e artista, e sua destruição no aspecto psicológico, sendo perseguida por paparazzis, jornalistas e enfrentando as mais diversas críticas. Quando teve o primeiro filho, foi acusada de ser uma "mãe ruim" porque levava o pequeno enquanto dirigia.

Um dos casos mais conhecidos foi quando Britney, no auge da raiva, tentou destruir o carro de um dos paparazzis, porque já estava esgotada de tanta perseguição.

Mais Notícias
Outros Famosos