Reportar erro
Despedida

Luciana Gimenez vai ao velório do pai acompanhada do namorado

Apresentadora interrompeu viagem

Luciana Gimenez, Eduardo e João Albert Morad
Luciana Gimenez, Eduardo e João Albert Morad - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 30/12/2020 às 16:50:24

Nesta quarta-feira (30), Luciana Gimenez e o namorado, Eduardo Buffara, estiveram presentes no velório do pai da apresentadora, João Alberto Morad, que morreu de causas naturais aos 85 anos.

A contratada da RedeTV! velou o empresário no bairro do Pacaembu, em São Paulo, em uma cerimônia fechada para a família e amigos mais próximos, por conta dos protocolos de segurança da pandemia da Covid-19. Em determinado momento, ela chegou a acenar para o fotógrafo e pessoas presentes.

Quando o pai morreu, na última terça (29), Luciana Gimenez estava em Trancoso, na Bahia, onde iria passar o Réveillon, e voltou rapidamente à capital paulista assim que recebeu a notícia.

Luciana Gimenez vai ao velório do pai acompanhada do namorado

Luciana Gimenez vai ao velório do pai acompanhada do namorado

Luciana Gimenez desabafa após morte do pai

Por meio das redes sociais, a famosa repostou uma carta do pai, ilustrando a legenda de uma foto onde aparece ao lado dele e que dá uma lição de vida.

"Aprendi que se aprende errando. Que crescer não significa fazer aniversário. Que o silêncio é a melhor resposta quando se ouve uma bobagem. Que trabalhar não só significa ganhar dinheiro. Que amigos a gente conquista com o que somos. Que verdadeiros amigos ficam com você até o fim. Que maldade se esconde atrás de uma bela face. Que não se espera a felicidade chegar mas se procura por ela. Que quando penso saber tudo ainda não aprendi nada. Que a natureza é a coisa mais bela da vida. Que amar significa se dar por inteiro. Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos. Que se pode coversar com as estrelas. Que se pode confessar com a lua. Que se pode viajar além do infinito. Que ouvir uma palavra de carinho faz bem a saúde. Que dar um carinho também faz. Que sonhar é preciso. Que se deve ser criança a vida toda. Que nosso ser é livre. Que Deus não proíbe nada em nome do amor. Que o julgamento alheio não é importante. Que o que realmente importa é a paz interior e finalmente aprendi que não se pode morrer para se aprender a viver", escreveu.

E acrescentou com uma frase sua: "Hoje, no dia que meu pai se foi, encontrei essa carta de 12 anos atrás. Obrigada, Seu João!".



Mais Notícias
Outros Famosos