Thiago Forato
Reportar erro
Enfoque NT

Com Faustão e grade ao vivo, Band só precisa da dramaturgia para mudar de patamar

Band terá quase 80% da programação ao vivo e investimentos em diversos fatores, mas só falta um

Protagonista de Floribella, Juliana Silveira e de 1001 e uma noites
Floribella (2005-06) e 1001 e Uma Noites (2015) ajudaram a Band no horário nobre em outros tempos - Foto: Montagem/NaTelinha
Thiago Forato

Publicado em 09/10/2021 às 08:15:47

O verão vai vir quente na Band. A partir de janeiro, a emissora estreia a atração diária de Faustão e terá mais de 79,2% da sua programação ao vivo. Das 24 horas do dia, 19 serão em tempo real. O canal da família Saad contará com investimentos em jornalismo, esportes e filmes, mas falta só uma coisa: dramaturgia.

Vale a máxima de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, ou simplesmente Boni, ex-vice presidente de Operações da Globo: "Um programa muda a audiência de um horário. A novela muda a posição de uma emissora". Atualmente, ele controla a Rede Vanguarda, afiliada da Globo no Vale do Paraíba, interior de São Paulo.

Foi justamente com as novelas que a Globo se tornou líder de audiência. Foi justamente com as novelas que a Record tomou o segundo lugar do SBT nos anos 2000. Foi justamente com as novelas que o SBT voltou a brigar pela vice-liderança com a Record em 2012. Foi justamente com as novelas que a própria Band chegou a ser "redescoberta" na faixa das 20h30 pelo público, seja em 2005 com Floribella ou mais recentemente com as turcas.

Não adianta. Dramaturgia foi e continuará sendo imprescindível para qualquer estação de TV que queira grandes ambições no mercado. Com a Band não é diferente, e é o ingrediente que falta para que ela se coloque numa eventual disputa pelo terceiro lugar.

Um programa muda a audiência de um horário. A novela muda a posição de uma emissora

Boni, ex-todo poderoso da Globo, em diversas entrevistas sobre o gênero novela

Enquanto isso, Band aposta no ao vivo

Com Faustão e grade ao vivo, Band só precisa da dramaturgia para mudar de patamar

Ainda que não exista núcleo de dramaturgia na Band, é fato que investir no ao vivo também é uma boa aposta. É um fator primordial em tempos que os streamings vivem uma era de ouro. Uma programação mais viva é um diferencial importante e coisa que eles não conseguem oferecer.

Como relatado, a Band passará a ter em 2022 quase 80% de sua grade de programação ao vivo, desde o Primeiro Jornal, às 3h45, até o início de sua linha de shows, às 22h45. Durante essas 19 horas, jornalismo pela manhã, esportivos da hora do almoço até às 14h com Cátia Fonseca, Datena, telejornal e a grande estrela do canal, Fausto Silva.

Ainda que não exista nenhum plano de retomada para voltar a investir na dramaturgia, ninguém pode reclamar que a Band, de seu modo, segue tentando. Mas quando o fator novidade de Faustão passar, e as dificuldades de um programa diário desse calibre começarem a aparecer - o que não deve demorar muito -, lá estarão seus três principais concorrentes continuando a investir em novelas.


Thiago Forato é jornalista, assina a coluna Enfoque NT desde 2011, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Forato também é autor do blog https://parlandodepalmeiras.com.br. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias