Thiago Forato
Reportar erro
Enfoque NT

Em A Fazenda, Adriane Galisteu poderá realizar sonho de ser líder

Loira é a nova apresentadora do reality rural da Record

Adriane Galisteu gesticulando de blazer rosa em Power Couple
Adriane Galisteu estreia em setembro na nova temporada de A Fazenda - Foto: Reprodução/Record TV
Thiago Forato

Publicado em 25/06/2021 às 13:04:45,
atualizado em 25/06/2021 às 13:07:52

Pela primeira vez em sua trajetória como apresentadora, Adriane Galisteu tem possibilidades reais de morder a liderança de audiência, ainda que já tenha provado o gosto dela em algumas ocasiões. Como nova apresentadora confirmada de A Fazenda, a loira tem a chance de estar à frente de um programa que vai dar trabalho para a Globo, e não raramente, ocupar a ponta do Ibope, como ocorreu em 2020, ainda sob o comando de Marcos Mion. Realizando, assim, um sonho.

Galisteu dizia em entrevistas que seu grande sonho era ser líder de audiência no seu horário. À Marília Gabriela no De Frente com Gabi em outubro de 2013, voltou a falar sobre isso. "Sonho em ser líder de audiência. Televisão é minha vida. Não sei fazer outra coisa", destacou.

A liderança era algo muito distante para os programas que Galisteu já comandou. Seja o Superpop na RedeTV!, É Show (2000-04) na própria Record ou na Band com o Toda Sexta (2009-10), Projeto Fashion (2011) ou Muito+ (2012), dentre outros.

No SBT, foi onde chegou mais perto de realizar esse sonho. Em 2004, quando passou a apresentar o Charme, que era diário na faixa das 15h30, começou recebendo a audiência em alta de Maria do Bairro (1995), que na época chegava a entregar com quase 20 pontos no Ibope em plena tarde e o primeiro lugar. Bastava Galisteu entrar no ar para que a audiência caísse em mais da metade.

Ainda na emissora de Silvio Santos, Galisteu foi remanejada para outros horários, como quarta-feira à noite, batendo de frente contra o futebol da Globo e Record, e também não conseguiu bons resultados, mesmo recebendo, mais uma vez, em alta de Xica da Silva (1996), que era reprisada e tinha picos altos às quartas. A apresentadora bateu ponto também de madrugada até rodar da programação em 2008.

A grande chance de Adriane Galisteu

imagem-texto

O Power Couple Brasil foi um grande laboratório para que Galisteu pudesse comandar A Fazenda. Ainda que a Record, no início, quisesse um nome diferente para impactar o mercado, a escolha da apresentadora é segura. É a certeza de um bom desempenho e entrega.

Em 2012, quando apresentava o Muito+, chegou a pegar um helicóptero ao vivo e sobrevoar a sede de A Fazenda, que era realizado em Itu, interior de São Paulo. Ali, Galisteu mostrou envolvimento que apresentador do próprio reality talvez não tenha mostrado.

Seguramente, tesão pelo programa não vai faltar. A Fazenda é um projeto grandioso e carro-chefe da programação no último trimestre do ano. Campeão de audiência, faturamento e engajamento. Resta saber se não será a próxima a ser "fritada" e entrar para a estatística.


Thiago Forato é jornalista, assina a coluna Enfoque NT desde 2011, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Forato também é autor do blog https://parlandodepalmeiras.com.br. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto



Mais Notícias