Sandro Nascimento
Reportar erro
Coluna do Sandro

Sem Paola Carosella, MasterChef perde charme e evidencia desgaste na Band

Programa não alcança o mesmo Ibope das primeiras temporadas

Henrique Fogaça, Paola Carosella, Ana Paula Padrã e Érick Jacquin posando para fotos no cenário do MasterChef
MasterChef está no ar desde 2014 na Band - Foto: Divulgação/Band
Sandro Nascimento

Publicado em 05/08/2021 às 05:37:00,
atualizado em 05/08/2021 às 09:43:01

Insossa, a atual temporada do MasterChef evidencia o desgaste natural do formato na Band após sete edições. O programa que estreou na TV se apresentando como um reality culinário, hoje, se tornou um game show que a cada episódio se distancia do projeto original. Além disso, na versão 2021, deixou de contar com a vilania charmosa de Paola Carosella. A ausência do personagem, até aqui, vem deixando um vácuo no MasterChef.

Na oitava temporada, mais pop, o programa passou a convidar artistas para cada episódio. Na última terça-feira (03), o programa levou Naiara Azevedo e Fabiano, da dupla com César Menotti, para julgar as receitas das equipes. Alguém da produção do reality achou que os cantores tinham conhecimento culinário para a tarefa. Resultado pode se resumir na frase de Fabiano ao avaliar o prato de churrasco: “O que eu posso dizer para você é que com a fome que eu cheguei tenho que esperar julgar os outros para eu entender isso aqui. Para mim está perfeito, maravilhoso”.

Após sete anos, o formato está descaracterizado, embora a Band continue pagando royalties altíssimos aos seus idealizadores, e o Ibope minguando a cada ano. Em 2021, não passa de 2,6 pontos na Grande São Paulo. Bem longe dos 9 de média e dos pico de liderança das primeiras temporadas. 

MasterChef precisa descansar 

Sem Paola Carosella, MasterChef perde charme e evidencia desgaste na Band

Embora tenha tentando, o MasterChef não se encontrou sem Paola Carosella. Ela era a mais contundente dos jurados e a mais forte na linha emocional, tão importante na identidade com as donas de casa. Paola passeava do elogio amoroso a uma critica ácida, de forma sem procedentes. Durante a execução das provas, experimentava as receitas e conseguia sempre deixar uma dúvida nos participantes sobre o caminho no preparo do prato. Uma mocinha vilã maravilhosa. 

Um bom executivo de TV precisa esquecer as vaidades e entender a hora certa para colocar um produto para descansar. Pensando no cuidado com o programa que foi um marco dos realities culinários na televisão brasileira, que chegou a servir de inspiração para a Globo no Mestre do Sabor, chegou de dá um tempo no MasterChef. O programa merece esse respeito da Band.



Mais Notícias