Ânimos alterados

CNN tenta "despejar" William Waack e gera climão nos bastidores

Decisão da direção de tirar jornalista de sua sala exclusiva deu origem a discussão e ameaça de quebra de contrato


William Waack no comando de jornal da CNN Brasil
William Waack segue em sala exclusiva na CNN Brasil, pelo menos por ora - Foto: Reprodução/CNN Brasil

William Waack quase foi “despejado” de sua sala na CNN Brasil. O episódio ocorreu há duas semanas, quando o jornalista estava no local trabalhando e foi informado que deveria deixar o espaço, por ordem da direção, e passar a ocupar a redação compartilhada, como os demais colegas. O veterano foi tirar satisfações com a chefia e a reunião teve ânimos alterados, com direito até a ameaça de quebra de contrato.

O NaTelinha apurou que William Waack reagiu irritado à ordem da direção da CNN Brasil. A sala que ele ocupa na redação é exclusiva, uma regalia destinada a pouquíssimos profissionais. O privilégio decorre do fato de que o jornalista sempre foi um dos principais nomes desde a fundação do canal de notícias no Brasil, em 2020.  

Waack se recusou a obedecer a ordem e questionou diretamente a direção da CNN. Após uma intensa discussão, ele venceu a briga e continuará ocupando sua sala, pelo menos por ora. O local é usado por ele para apurações especiais, conversas com fontes exclusivas e importantes nomes da cena política brasileira, com quem o veterano tem ligação direta. 

CNN Brasil se pronuncia sobre “tentativa de despejo” de William Waack

CNN tenta \"despejar\" William Waack e gera climão nos bastidores

Rafael Ilha conta detalhes de internação do Cabeção de Malhação: "Caso bem delicado"

- Trans que ouviu aula de Silvio Santos se derrete: "Perfeito e cirúrgico"

- Gabriela Mag se compara a vilã de série da Record: "Já pratiquei rivalidade feminina"

Procurado pela reportagem, William Waack não se manifestou. Já a assessoria da CNN Brasil afirmou que o jornalista, hoje aos 69 anos, passou a ocupar uma sala de terceiro no início da pandemia da Covid-19 por pertencer ao grupo de risco e a fim de evitar aglomerações com outros colegas de trabalho.

Ainda de acordo com o canal de notícias, a determinação para a saída de Waack da sala que ocupa atualmente tem o intuito de viabilizar a ampliação da redação. O espaço deve passar por reformas em breve para que a área de trabalho dos jornalistas fique maior e com novo layout, o que vai implicar na derrubada de algumas salas exclusivas.

A CNN Brasil também destacou que, para conversas privadas, o canal disponibiliza uma sala de reunião para seus profissionais. De acordo com a assessoria, não procede que William Waack tenha sido despejado.

Em fevereiro deste ano, William Waack deixou o comando do Jornal da CNN, principal telejornal do canal, para assumir o programa diário WW, também exibido no horário nobre. Em seu lugar, entrou a jornalista Monalisa Perrone. Desde maio de 2021, Renata Afonso é CEO da CNN Brasil, substituindo o jornalista Douglas Tavolaro.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias