Reportar erro
Nas redes

William Waack chama apoiadores de Bolsonaro de "fanáticos imbecilizados" e repercute

Jornalista ficou entre os assuntos mais comentados entre os internautas

William Waack  Jair Bolsonaro
William Waack Jair Bolsonaro - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 26/08/2021 às 15:55:21,
atualizado em 26/08/2021 às 15:59:06

O jornalista William Waack escreveu um artigo de opinião detonando Jair Bolsonaro (Sem partido) e seus apoiadores. O texto que foi publicado pelo Estadão nesta quinta-feira (26), fez o nome do apresentador ficar entre os mais comentados nas redes sociais.

“Bolsonaro acha que manda, mas não comanda nada a não ser fanáticos imbecilizados em redes sociais que não sabem até agora muito bem onde está o ‘palácio de inverno’ a ser tomado e ocupado. Eles são contra um monte de coisas, mas ainda aguardam uma ordem específica do ‘mito’ sobre em qual direção marchar e qual inimigo precisam aniquilar”, escreveu no artigo intitulado de Ninguém Teme Bolsonaro.

A opinião do contratado da CNN Brasil deu o que falar entre os internautas, que em parte agradou e outros ficaram bem incomodados. "'Bolsonaro acha que manda, mas não comanda nada a não ser fanáticos imbecilizados em redes sociais'. Sabe quem disse isso? O William Waack. E se pode dizer tudo do Waack, menos que ele é de esquerda, né, gente?", comentou um. "Seja bem vindo ao time dos comunistas, William Waack", ironizou outro. "William Waack diz que Bolsonaro não tem as ruas. Quer pagar pra ver ou vai continuar se posicionando com o corporativismo dos jornasPonto de interrogação e exclamação", opinou mais um.

Entrevistada detona Waack ao vivo na CNN

Em junho de 2020, Waack foi criticado ao vivo na emissora onde trabalha. Ax-consulesa da França no Brasil, Alexandra Loras, reclamou que o canal pago escalou para cobrir os protestos antirracistas nos Estados Unidos um jornalista demitido da Globo por racismo.

"Quando eu vejo o William Waack, que foi mandado embora por um episódio de racismo, debater tanto tempo sobre racismo, acho que deveríamos também convidar negros no lugar de fala deles para debater sobre essas questões, porque é essencial dar essa pauta para as pessoas que sentem na pele, que têm estudado esse assunto, que são ativistas militantes dessa causa", desabafou a entrevistada no telejornal CNN 360.



Mais Notícias
Outros Famosos