Reportar
erro
Confundiu

Mari Gonzalez comete gafe ao vivo com Martinho da Vila: "Perdão"

Ex-BBB trocou nomes de escolas de samba na cobertura do Desfile das Campeãs


Martinho da Vila sendo entrevistado por Mari Gonzalez no Desfile das Campeãs do Carnaval do Rio de Janeiro
“Como está sendo ser homenageado na Portela?”, perguntou Mari Gonzalez a Martinho da Vila, que recebeu tributo da Unidos de Vila Isabel - Foto: Reprodução/Multishow
Por Redação NT

Publicado em 01/05/2022 às 15:15:00

Mari Gonzalez cometeu uma gafe na transmissão do Carnaval no Multishow. No sábado (30), ao entrevistar Martinho da Vila, a influenciadora digital e ex-BBB, que atuou como repórter na cobertura do Desfile das Campeãs do Rio de Janeiro, trocou o nome da escola de samba Unidos de Vila Isabel pelo da Portela.

“Como está sendo ser homenageado na Portela?”, perguntou Mari Gonzalez a Martinho da Vila. “Pois é, não é? Uma coisa incrível…”, respondeu o sambista, meio sem jeito, tentando desconversar sobre a gafe cometida pela repórter.

Em seguida, ela foi informada no ponto eletrônico que errou o nome da escola de samba. “Na Portela, não! Na Vila! Perdão, Martinho! É que a Portela está passando”, corrigiu Mari, rindo do próprio engano.

O artista também levou na esportiva a gafe cometida. “Mas está tudo certo, a Portela é a madrinha da Vila Isabel”, amenizou Martinho. “Ah, então está em casa!”, desconversou Mari. Assista ao vídeo:

O episódio repercutiu nas redes sociais. “Tá ruim essa transmissão. O Multishow não é do samba e não trouxe quem pudesse realmente fazer bonito. Tá triste”, comentou uma internauta, no Twitter. “Mari sendo o entretenimento do Carnaval”, se divertiu outra. “Ele respondendo de boa sem corrigi-la, até ela mesmo se corrigir e desculpar… Fofos”, elogiou uma terceira.

Record veta Exu da Grande Rio e ignora Carnaval nos telejornais

Mari Gonzalez comete gafe ao vivo com Martinho da Vila: \"Perdão\"

A Record fingiu que o Carnaval 2022 na avenida não existiu. As campeãs, Grande Rio no Rio de Janeiro e Mancha Verde em São Paulo, não tiveram espaço nos telejornais da casa na última terça-feira (26). O motivo pode ter sido religioso, já que a emissora é comandada pela Igreja Universal do Reino de Deus e viu Exu, do Candomblé, conquistar o título na capital fluminense.

Durante os noticiários como o Cidade Alerta e Jornal da Record, a Grande Rio e a Mancha Verde foram sumariamente ignoradas. O canal de Edir Macedo apenas citou nos últimos dias que houve um acidente no "Carnaval fora de época" e que culminou na morte de uma menina de 11 anos em um carro abre-alas. Ela ficou imprensada entre um posto e a alegria da escola, perdendo a perna direita durante uma complexa cirurgia.

Como a Grande Rio venceu celebrando Exu, uma das entidades mais adoradas das religiões de matriz africana, a Record teria optado por não noticiar. Como não falaria do Carnaval no Rio de Janeiro, escolheu também não falar da folia paulista que teve a Mancha Verde como campeã, com o tema Planeta Água, para não gerar comparativos.

NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias