Reportar erro
Exclusivo

Galã de Sex Appeal, Nico Puig toca agência com marido e não pensa em voltar para TV

“Não está nos meus planos, mas não digo ‘desta água não beberei’”, brinca o ator

Montagem com fotos de Nico Puig durante Sex Appeal e atualmente
“Se perdi alguma oportunidade profissional, não sei, mas também não trocaria as escolhas que fiz”, diz Nico Puig - Foto: Globo/Jorge Baumann/ e Instagram/Ton Hooster
Walter Felix

Publicado em 20/12/2021 às 06:04:00

Galã dos anos 1990 e longe da TV há sete anos, Nico Puig pode ser visto a partir desta segunda-feira (20), com a chegada de Sex Appeal (1993) ao Globoplay. A minissérie de Antônio Calmon, dirigida por Ricardo Waddington, marcou a estreia do ator na Globo. Hoje, aos 49 anos, ele toca negócios com o marido, bem distante do universo da televisão.

“Atualmente, sou designer sustentável. Trabalho com upcycling [reutilização criativa] e tenho uma agência de eventos corporativos com meu marido”, conta Nico Puig, em entrevista exclusiva ao NaTelinha. Ele tem um relacionamento de 25 anos com Jeff Lattari, com quem se casou em 2015.

“Falo abertamente da minha relação, porque a vejo com total normalidade, e porque 25 anos devem ser comemorados. Se perdi alguma oportunidade profissional por isso, não sei, mas também não trocaria as escolhas que fiz”, garante. A última novela do ator foi Amor e Revolução (2011), no SBT. Depois, ele participou de Aprendiz Celebridades (2014), na Record.

“Nunca achei necessário falar de algo particular naquele momento [nos anos 1990]. Falei somente quando me senti confortável. Até porque minha família e amigos sempre estiveram a par. A imprensa teve a notícia assertiva quando oficializamos, logo que foi admitida a união civil entre pessoas do mesmo sexo no Brasil.”

Nico Puig lembra da repercussão de Sex Appeal, sua estreia na TV: “Foi uma loucura”

Galã de Sex Appeal, Nico Puig toca agência com marido e não pensa em voltar para TV
Luana Piovani e Nico Puig fizeram par romântico na minissérie Sex Appeal - Foto: Reprodução/Memória Globo

Em 1993, Nico Puig vivia uma escalada para o sucesso semelhante à de seu personagem Tony em Sex Appeal. “O autor e o diretor foram assistir a um espetáculo que eu fazia parte, Se Você me Ama. No término da peça, se apresentaram e me fizeram o convite. Foi meu primeiro trabalho na Globo. Foi uma loucura a repercussão e a aceitação do grande público.”

Na minissérie, o ator deu vida a um boxeador que desponta nos ringues. Tony se apaixona por Angel (Luana Piovani), uma modelo também em início de carreira, perseguida por um admirador misterioso, Walter (Dennis Carvalho). Paralelamente, o mocinho também luta para livrar o irmão, Júlio (Felipe Folgosi), das drogas, tema pouco abordado na teledramaturgia brasileira até então.

A produção marcou não só a estreia de Nico Puig no vídeo, como também de Luana Piovani, Carolina Dieckmann, Camila Pitanga, Danielle Winits, entre outros nomes. Ele guarda boas recordações dos bastidores: “O meu primeiro dia de gravação foi uma externa, no meu aniversário. A equipe e o elenco presente cantaram ‘Parabéns’ e providenciaram um bolo. Me senti muito prestigiado”.

Naquele ano, ele emendou a minissérie com a novela Olho no Olho, também de Antônio Calmon. O personagem da vez, Fred, era o oposto de Tony: um rapaz com poderes malignos e paranormais, filho e aliado do vilão César Zapata (Reginaldo Faria). “Ainda hoje, as pessoas me reconhecem por esse trabalho. Está entre meus personagens mais marcantes.”

Depois, Nico fez o bad boy Raul de Malhação (1995-96) e seguiu carreira em novelas na Record, onde fez três tramas, e no SBT, onde atuou em mais cinco. Longe das telas, ele não pensa em voltar à cena. “Sinceramente, não está nos meus planos. Mas, em tempos de seca, nunca digo ‘desta água não beberei’”, brinca.

Veja uma foto de Nico Puig hoje, ao lado do marido, Jeff Lattari:

Galã de Sex Appeal, Nico Puig toca agência com marido e não pensa em voltar para TV

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias