Reportar erro
Polêmica

Ex-câmeras do BBB relatam humilhações nos bastidores; Globo se defende

NaTelinha teve acesso aos documentos da ação

Sala da casa do BBB21
Globo está se defendendo do processo - Foto: Reprodução
Naian Lucas

Publicado em 06/10/2021 às 16:51:00,
atualizado em 06/10/2021 às 16:59:36

Seis ex-cinegrafistas do BBB entraram com uma ação conjunta contra a Globo e a Let Serviços Temporários Eireli, empresa terceirizada contratada pela emissora. Os profissionais disseram que eram submetidos a tratamentos humilhantes e lugares precários de trabalho. O canal se defendeu e negou todas as acusações.

O NaTelinha teve acesso aos documentos. No processo, os ex-funcionários afirmaram que o diretor do programa gritava e ofendia os envolvidos na produção. Um dos episódios mais graves narrados pelos reclamantes foi de que Boninho teria segurando um dos profissionais pelo casaco, por ele ter pedido ajuda aos companheiros para soltar a roda da sua câmera que ficou presa no cabo. Isso impedia de continuar circulando no trilho no qual as câmeras se movimentavam dentro do corredor oculto da casa onde ficam os aparelhos.

“Além de costumeiramente dispensar tratamento grosseiro aos autores, com gritos e ofensas pessoais aos mesmos, tal diretor de TV chegou a agarrar o autor Washington pelo casaco, pelo simples fato do mesmo ter pedido ajuda a um colega de trabalho para soltar a roda de sua câmera que ficou presa no cabo, o que o impedia de continuar circulando no trilho no qual as câmeras se movimentam dentro do Câmera Cross. Mesma situação foi vivida pelo autor Carlos, que também foi agarrado pelo casaco pelo referido diretor, que o sacudia e o ofendia aos berros”, relata trecho da ação.

A defesa dos denunciantes diz que eles viviam em extrema pressão e tinham medo. “O resultado foi que os empregados laboravam em constante desconforto e tensão, face a todo o exposto, o que degradava por completo o ambiente de trabalho dos reclamantes”, diz uma parte do documento. Eles acusam a Globo de colocá-los em péssimas condições de trabalho.

“Para tanto, tinham que laborar por nove horas seguidas de pé em um estreito corredor, totalmente escuro, pintado de preto, sem qualquer condição de higiene. Tal corredor, chamado de Câmera Cross, não era higienizado, acumulando uma enorme quantidade de sujeira, conforme vídeo gravado dentro de tal local, a ser exibido na audiência de instrução”,

No processo, os acusadores destacam que trabalharam nos Estúdios Globo e o ambiente em que precisavam ficar não era limpo. “Além da falta de higiene supramencionada, acrescenta-se o risco ao qual os autores eram submetidos diariamente, degradando ainda mais o ambiente de trabalho. Isto porque, constantemente os autores se deparavam com ratos, morcegos, ouriços, gambás, aranhas, marimbondos e até cobras no seu local de trabalho. O autor Washington chegou a ser picado por uma aranha.”

A situação foi mais dramática, segundo os ex-câmeras, durante a pandemia. “No programa de 2020, gravado durante a pandemia do coronavírus, diversas máscaras eram abandonadas no chão do Câmera Cross, que sequer possuía lixeira, o que também aparece nas imagens filmadas dentro do tal corredor escuro que serão exibidas em audiência”, explicaram na ação.

Ex-câmera do BBB se posiciona

BBB21: Boninho anuncia última festa do líder e promete entrar na casa como  Dummy

Com a repercussão do caso, um dos ex-funcionários usou as redes sociais e ameaçou o diretor Boninho. Ele garantiu que irá desmascarar o responsável pelo BBB e também a Globo.

“Sou um dos autores do processo contra a Rede Globo, por diversos motivos: insalubridade no ambiente de trabalho, assédio moral, nós éramos submetidos a diversos bichos como aranhas e ratos, cobra, ouriço, gambá… Todo esse luxo que vocês veem na televisão, nos bastidores não é assim que funciona. Fio desencapado, muita sujeira… E isso não é só falado, temos vídeos, tudo gravado, filmado”, declarou.

“Além dos próprios funcionários da Globo falando isso, lógico, sem saber que estavam sendo gravados. É para dar um basta e tirar essa máscara porque ninguém tem coragem. Nós tivemos coragem e entramos com o processo. Esse processo não é só por nós, mas por todos os profissionais que por ali passaram e que ainda trabalham nesse produto que é o BBB”, acrescentou.

“Nós passamos por diversos tipos de constrangimentos… De ser chutado, de ser posto para fora pelo braço, pelo próprio diretor geral, como eu fui retirado do Câmera Cross – como se chama o corredor envolta da casa… Retirado pelo braço pelo diretor geral, o senhor Boninho. Eu e outros colegas sofremos diversos tipos de assédio moral”.

Por fim, prometeu que ele e seus colegas irão mostrar que estão falando a verdade sobre o caso. “Vamos soltar os vídeos, vou desmascarar você, Rede Globo. Vamos ver quem está mentindo. Aguardem que vocês verão”, completou.

Globo se defendeu

Nova foto divulgada evidencia clima de férias do

A Globo se manifestou sobre as acusações no processo. Enquanto a defesa dos denunciantes fez um relatório de 15 páginas para relatar o caso, a emissora se defendeu em quatro. Eles deixaram claro que Boninho nunca ofendeu os ex-funcionários.

“Importante destacar que o Sr. Boninho é diretor da Reclamada há mais de 30 anos, estando a frente da direção de diversos programas de variedades, dentre eles o BBB, sendo querido e respeitado por todos os empregados e prestadores de serviços da Reclamada, sendo certo que, ao longo de todo esse período, jamais houve qualquer reclamação de que ele tivesse desrespeitado algum colega de trabalho ou prestador de serviços, muito menos da forma narrada na inicial”, diz trecho da ação.

Sobre o ambiente precário de trabalho, a Globo também descartou tal possibilidade. “Apesar dos Estúdios Globo (anteriormente denominado de Projac) estar localizado em uma área que fica próxima a uma unidade de preservação ambiental, obviamente que dentro dos estúdios não há a presença de qualquer um dos insetos/animais indicados pelos Reclamantes. Não é sequer crível que os reclamantes tenham se deparado com a quantidade de espécies indicadas na inicial, inexistindo qualquer prova das afirmações levianamente lançadas, uma vez que tais alegações não prosperam”, explica o canal. Na sequência, há uma imagem do estúdio em que os profissionais teriam trabalhado.

O NaTelinha procurou a assessoria de comunicação da Globo, que não se posicionou sobre o assunto até a publicação da reportagem. Caso se manifeste, a matéria será atualizada.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias