Reportar erro
Opinou

Neto critica gesto obsceno do ministro da Saúde e cria apelido

Apresentador ficou insatisfeito com Marcelo Queiroga

Neto (à esquerda) e Marcelo Queiroga (à direita) em foto montagem
Neto detonou Marcelo Queiroga - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 22/09/2021 às 14:17:00

Nesta quarta-feira (22), o apresentador Neto criticou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, por ter feito gestos obscenos para manifestantes em Nova York, na última segunda (20). Durante Os Donos da Bola, ele também destacou que Queiroga foi contaminado pela Covid-19 e terá que ficar 14 dias nos Estados Unidos, sendo que seus gastos serão pagos pelos cofres públicos.

“O Dedo duro [Marcelo Queiroga] lá, quem vai pagar os 14 dias naquele hotel cinco estrelas? Nós, trouxas”, disparou. “O cara vai comer caviar, café da manhã vai ser uns quinhentos dólares. Quarentena em Nova York, o ministro da Saúde, aí é o fim do mundo. Nós vamos pagar, vai sair do nosso bolso, do seu bolso”, acrescentou.

Bolsonaro foi recebido por manifestantes contrários ao governo bolsonarista e isso irritou muito integrantes da comitiva brasileira. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não suportou o posicionamento dos protestantes e fez um gesto obsceno enquanto estava em um micro-ônibus.

“Dedo duro, vamos supor que o Dudu no jogo de ontem tivesse mostrado o dedo, a gente estaria acabando com ele, chamando de mal educado, não estudou, desrespeitoso. Aí vem o ministro da Saúde, em Nova York, tranquilo e sentadinho, vem meia dúzia de gato pingado e mostra os dedos pra ele. Qual o problema? Aí ele vai lá e responde. E pega Covid em Nova York e nós que vamos pagar”, completou.

Neto criticou Bolsonaro na ONU

Neto (à esquerda) e Bolsonaro (à direita) em foto montagem

Na terça (21), Bolsonaro discursou na Assembleia-Geral da ONU e Neto zombou do presidente. Ele deixou claro que reprovou o conteúdo da fala do governante brasileiro no evento promovido pela Organização das Nações Unidas.

“Que Deus proteja todos nós e proteja o presidente da República, né? Cloroquina pra ele. O que ele falou lá na ONU? Deixa eu falar uma coisa, na ONU, cara, poderia falar ‘Parmeira na ONU’. Só faltou falar isso, que o Palmeiras é campeão mundial”, declarou o comunicador.



Mais Notícias