Reportar erro
Exclusivo

Benja acredita que formato do Fox Sports Rádio bombaria no SBT: "Deixou uma legião de fãs"

Arena SBT está no ar há quase seis meses nas noites de segunda-feira

Benjamin Back atendendo o telefone no Arena SBT
Benjamin Back na final da Libertadores no SBT: programa está no ar há quase seis meses - Reprodução/SBT
Thiago Forato

Publicado em 18/03/2021 às 07:06:14

Há seis meses comandando o Arena SBT nas noites de segunda-feira, Benjamin Back, o Benja, vê agora a possibilidade do semanal passar a ser diário, nos moldes do extinto Fox Sports Rádio (2014-2020), que fez sucesso na TV fechada, alcançando a liderança de audiência na hora do almoço. "Foi um sucesso incrível, incomodou muita gente, e pela quantidade de mensagens que recebo até hoje vejo que o programa deixou uma legião de fãs", admite ele ao NaTelinha. O SBT não confirma um Arena diário.

Questionado se uma atração similar faria o mesmo sucesso na TV aberta, sobretudo no SBT, sua nova casa, é taxativo: "Acredito que o sucesso seria maior, e explico: o Fox Sports Rádio foi um programa com perfil e linguagem de TV aberta só que na TV fechada, o que levou muita gente a cravar no seu início que o programa não duraria por muito tempo!".

"Ledo engano, pois foram sete anos no ar, líder absoluto de audiência, e apenas comprovou que os programas de futebol não podem ser elitizados, padronizados, encaixotados e apresentado por engravatados falando com tom professoral! Futebol é entretenimento, é popular, diversão, alegria, show, ou seja, tudo que está no DNA do SBT, e o que estamos fazendo há quase seis meses no Arena SBT", comemora ele.

Acredito que o sucesso seria maior.

Benja compara suposto Arena SBT diário com o Fox Sports Rádio

A opinião de Benjamin Back sobre a paralisação do futebol

O futebol vive atualmente um impasse. Enquanto no Paraná, por exemplo, o estadual foi suspenso, o Paulistão, com as medidas restritivas de São Paulo, tenta alocar suas partidas em outros estados, na tentativa de não atrasar o calendário.

Sobre esse assunto, Benja admite que já mudou várias vezes de opinião. "Tem hora que sou contra a paralisação, pois são grupos pequenos de pessoas, testados até duas vezes por semana, estão sob constante supervisão médica, atletas, enfim, por essa ótica acredito que o futebol poderia continuar. Mas aí vejo jogador frequentando cassino, festa, e indo treinar no dia seguinte, aí mudo de opinião!", afirma.

Enquanto isso, a Libertadores, que é transmitida pelo SBT na TV aberta, continua. Ontem (16), o Grêmio foi jogar com o Ayacucho, do Peru, no Equador, devido a restrição de entrada de brasileiros no país. O time brasileiro confirmou o favoritismo e classificou para a próxima fase, batendo os peruanos por 2 a 1.

Mais Notícias