Reportar erro
Cenário pandêmico

Globo assusta clubes com carta sobre possível renegociação de contratos do Brasileirão

Atual contrato com os clubes por Brasileirão vai até 2024

Logo da Globo no futebol
Globo pode renegociar contratos - Reprodução/TV Globo
Redação NT

Publicado em 29/01/2021 às 11:27:44

Em um cenário de pandemia, a Globo enviou uma carta aos clubes da série A do Campeonato Brasileiro avisando que pode renegociar contratos em vigência em um futuro. A emissora deposita nesta sexta-feira (29) a primeira parcela paga aos clubes pela transmissão da primeira divisão, segundo informou a jornalista Mônica Bérgamo, do jornal Folha de São Paulo.

Antes do pagamento, enviou uma carta avisando ser "preciso ressaltar que o severo desequilíbrio provocado pela pandemia" pode "tornar necessária a renegociação" no futuro de valores que já foram acordados de remuneração.

Apesar de ter contrato até 2024 pelo Brasileirão, a emissora não descarta uma redução no que foi acordado. "Caso a manutenção dos valores atuais em um mercado em recessão de mostre um ônus insustentável para a Globo", diz.

A Globo esclarece ainda: "Por essa razão, é importante esclarecer que os pagamentos já realizados em 2020 e o que estão sendo feitos, não representam a renúncia da Globo ao direito de pleitear o 'rebalanceamento' do contrato".

A carta direta e franca teria assustado alguns clubes, mas o canal, segundo a publicação, não teria a intenção de renegociar os valores agora. O aviso seria apenas uma base jurídica caso precise se resguardar em um futuro próximo.

Situação do Brasileirão

O último contrato negociado com os clubes vai até 2024. Ela detém o direito exclusivo da TV aberta e pay-per-view, mas na TV fechada, não conseguiu obter acordo com todos os clubes, já que sofre a concorrência do Grupo Turner.

Desde 2011, a maneira com que os contratos são firmados acontecem de maneira individual. Naquele ano, o Clube dos 13, que negociava em blocos os direitos de TV, foi implodido. A partir daí, os clubes passaram a ganhar mais dinheiro, podendo fazer acordos individuais com as emissoras.

Vale lembrar que no ano passado a Globo rompeu com a Conmebol, numa estratégia para tentar um novo acordo mais em conta pelos direitos da Libertadores, mas acabou perdendo a competição para o SBT. Ainda em 2020, a emissora também desistiu do Campeonato Carioca, em uma guerra com o Flamengo. A competição também deve acabar parando na rede de Silvio Santos em 2021.

Mais Notícias