Desabafo

Daniella Perez: Gloria Perez revela última conversa com filha

Autora deu entrevista para documentário que detalhe crime dos anos 1990


Gloria Perez em depoimento para documentário da HBO Max
Gloria Perez em depoimento para documentário da HBO Max
Por Daniele Amorim

Publicado em 21/07/2022 às 22:40:00,
atualizado em 25/07/2022 às 20:29:13

Horas antes de Daniella Perez ser morta, Gloria Perez preferiu não almoçar com a filha. É o que a autora diz nos primeiros dois episódios de Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez. A história, que conta detalhes do crime contra a jovem atriz, foi lançada nesta quinta-feira (21) na HBO Max. 

"O ano de 92 estava chegando ao fim e pra todos nós lá em casa parecia que tinha sido um ano mágico, um ano de sorte onde tudo estava dando certo", relembrou a autora, em depoimento. Na época, ela havia acabado de voltar à Globo e fazia sucesso com sua primeira novela solo: De Corpo e Alma (1992), em que Daniela vivia Yasmin, a irmã da protagonista.

"A gente só via coisas boas no horizonte e de repente tudo isso explodiu, os caminhos se fecharam, nós de repente, nos víamos completamente atordoados e não tinha mais horizonte nenhum. O dia 28 atropela, literalmente atropelou a todos nós. E o que me impressiona é que foi um dia absolutamente comum, que começou completamente trivial", contou Gloria, referente a data do crime. 

As últimas horas de Daniella Perez

imagem-texto

Logo na manhã do dia 28, Gloria Perez acordou cedo para adiantar os próximos capítulos da novela da nove. Como era final de ano, a autora estava disposta a escrever os textos rapidamente para ter tempo de curtir as festividades. 

"Eu lembro que a Dani chegou pro almoço, chegou com a Marcela e eu nem almocei com ela nesse dia porque eu estava voltada para terminar esses capítulos", contou. 

Ela tava aflita pela compra desse carro que ela já tinha começado a pagar e eu tinha muito medo porque nós não tínhamos uma vida financeira boa e era uma dívida em dólar. E ela dizia: "mamãe cê não entendeu, esse carro é a minha cara, eu tô muito feliz, eu quero esse carro, eu vou conseguir pagar sim' e aí eu dei os seis mil dólares pra ela.

Em seguida, o porteiro do prédio ligou para o apartamento e pediu para conversar com Daniella a respeito de um barulho do carro dela. A atriz se despediu da mãe, e essa foi a última vez em que a novelista viu a filha com vida. "Por que eu não levantei daquela mesa, por que eu não parei? Por que eu não fui almoçar com ela? Mas, não fui", finalizou. 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias