Reportar
erro
Revival

Ator de Futurama quer receber mais pela série: "Eu mereço"

Futurama volta ao ar em 2023 após longo hiato


Elenco da série Futurama
Futurama: série deve voltar ao ar em 2023 - Foto: Divulgação/Disney
Por Redação NT

Publicado em 16/02/2022 às 09:51:01

Membro original da série Futurama, que deve voltar em 2023, John DiMaggio, que dublou o fumante, afirmou que o elenco deveria receber mais pelos serviços prestados. "Estive pensando em tudo que está acontecendo nos últimos meses e só para deixar claro, não acho que só eu mereço ser pago mais. Acho que todo o elenco", escreveu ele no Twitter.

"As negociações são uma parte natural do trabalho no show business. Todo mundo tem uma estratégia diferente e limites diferentes. Alguns aceitam ofertas, alguns mantém sua posição", continuou ele.

Na última semana, a Variety informou que Futurama voltaria pelo Hulu, uma das plataformas de streaming nos Estados Unidos. Junto com ela, os cérebros por trás da série como Matt Groening e David X. Cohen.

Os atores Billy West, Katey Sagal, Tress MacNeille, Maurice LaMarche, Lauren Tom, Phil LaMarr e David Herman estão prontos para reprisar seus respectivos papéis originais. DiMaggio até agora foi o único a se manifestar sobre essa questão de pagamentos.

Futurama volta ao ar

"Bander faz parte da minha alma e nada sobre isso é desrespeitoso com os fãs ou a família Futurama. É sobre auto-respeito", ponderou. "E honestamente, é sobre estar cansado de uma indústria que se tornou muito corporativa e aproveita o tempo e talento dos artistas", seguiu.

"Eu gostaria de poder dar todos os detalhes pra que você entenda, mas não é meu lugar. Obrigado novamente pelo carinho de todos. Ainda esperando o melhor", desejou.

Futurama deve regressar em março, com planejamento de estreia em 2023. A Fox exibiu quatro temporadas nos anos 2000 e outros novos vieram entre 2010 e 2013 pelo Comedy Central.

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias