Em 2022

Por que a nova Avenida Brasil foi escolhida para o Globoplay?

Novela será a primeira completamente inédita para o streaming brasileiro


Carminha congelada
Novela de João Emanuel Carneiro irá para o Globoplay - Foto: Reprodução/Globoplay
Por Daniel César

Publicado em 11/03/2022 às 06:13:40,
atualizado em 11/03/2022 às 10:38:06

João Emanuel Carneiro foi o nome escolhido para inaugurar a era de novelas das 21h feitas exclusivamente para o Globoplay. Autor do maior fenômeno do século XXI, Avenida Brasil (2012), o autor saiu da fila do horário e estreará sua próxima trama apenas na plataforma de streaming. A trama, que tinha o nome provisório de Olho por Olho, deve ser disponibilizada no catálogo no último trimestre de 2022.

Segundo apurou o NaTelinha, a notícia de que a próxima novela de JEC irá para o Globoplay foi muito bem estudada pela direção da emissora. Muitos pontos foram levantados antes do martelo ser batido definitivamente. Com a alteração, Travessia, de Glória Perez, subiu na fila da faixa das nove e será a substituta de Pantanal, que estreia no próximo dia 28 de março.

A novidade mexeu profundamente com a grade da Globo, inclusive afetou autores que estavam de férias. É o caso de Walcyr Carrasco, que já estava de sobreaviso para entrar no ar no segundo semestre do ano que vem, mas agora a data será antecipada em pelo menos seis meses. Tudo isso com um único objetivo do grupo: priorizar o streaming e mostrar que o Globoplay veio para ficar.

Nos corredores da empresa, todos tratam a novela de João Emanuel Carneiro como prioridade máxima. A ideia é dar um recado claro para o mercado e também para a concorrência: O streaming terá toda a expertise que transformou a Globo numa das maiores produtoras de novelas do mundo. A partir de Olho por Olho, a intenção é de que haja mais de uma produção simultaneamente para o serviço. O número, no entanto, não está definido, mas já é ponto pacífico que, a partir do ano que vem, novelas inéditas na plataforma serão comuns.

Por que a nova Avenida Brasil?

imagem-texto

Quando a cúpula do Grupo Globo decidiu que iria produzir novelas das 21h para o Globoplay, surgiu uma questão importante: qual? Entre Ricardo Waddington, diretor de entretenimento, e José Luiz Villamarim, diretor de dramaturgia, foi unânime de que a próxima trama de João Emanuel Carneiro é quem deveria ser a escolhida. E os motivos são os mais diversos.

Waddington entende que o público do streaming é menos amplo que o da TV, por isso Glória Perez foi priorizada para a Globo, já que ela dialoga com todos os tipos de telespectadores com mais naturalidade. A favor de João Emanuel Carneiro contou o fato dele ter uma mão muito mais pesada que qualquer outro novelista atualmente e isso pode ser usado com tranquilidade para o Globoplay.

 A expectativa é de que a trama consiga cair na boca do povo e ajudar a plataforma a disputar espaço com outras produções. Além disso, Olho por Olho tem, desde a sinopse, menos da metade dos personagens que uma produção de Glória costuma ter.

João Emanuel Carneiro no Globoplay

imagem-texto

Quando o martelo foi batido, a direção da Globo informou João Emanuel Carneiro da decisão e questionou se seria possível fazer ajustes para uma novela na internet. A resposta foi positiva e imediata, já que o autor deixou claro que preferia trabalhar para o streaming em relação ao horário das 21h.

De acordo com fontes ouvidas pela reportagem, o novelista irá adaptar sua sinopse para uma história de aproximadamente 80 capítulos e diminuir ainda mais a quantidade de personagens e de histórias paralelas. A intenção é um núcleo central e, no máximo, mas três histórias coadjuvantes.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias