Reportar erro
Altruísta

Império: Cora é baleada e salva Zé Alfredo da morte

Megera leva um tiro para proteger o Comendador da morte

Cora na frente de José Alfredo
Cora é baleada e salva Zé Alfredo da morte - Reprodução/Globo
Natasha Amaral

Publicado em 13/09/2021 às 07:45:00

Nos próximos capítulos de Império, na Globo, Cora (Marjorie Estiano) finalmente vai conseguir chamar a atenção de José Alfredo (Alexandre Nero). Em uma atitude altruísta, a vilã vai salvar a vida do Comendador ao levar um tiro no lugar dele durante o desfile da escola de samba União de Santa Teresa, na Marquês de Sapucaí.

Enquanto o dono da Império das Jóias é homenageado pela agremiação, a tia de Cristina (Leandra Leal) vai seguir Maurílio (Carmo Dalla Vecchia), que está fantasiado de morte, e perceber o plano do falsário. Para tentar salvar seu amado, ela vai invadir o desfile e escalar o carro alegórico em que José Alfredo está com a família.

Aproveitando toda a confusão da avenida, Maurílio acessa o veículo por trás e atira na direção do rival. "Zé, foge, a morte... A morte está chegando ali", tenta avisar Cora. "Saí daí louca, vai se estabacar e estragar tudo. A morte sempre vem, mas não para mim", devolve o homem de preto, que logo é surpreendido com a megera entrando na sua frente para salvá-lo.

Após ser baleada, Cora cai nos braços do Comendador, agonizando, e pede: "Me dá um beijo, Zé. Eu vou morrer donzela depois de tanto tempo me guardando para você, não é justo", afirma a mulher, que logo recebe um beijo.

Momentos depois, a vilã aparece dentro de uma ambulância acompanhada de Cristina, que diz: "Resiste, tia, resiste. Você salvou a vida do meu pai, agora tem que resistir. Falta pouquinho, a gente já está chegando no hospital. Logo mais a gente vai estar em casa, de novo, pra senhora aprontar tudo o que quiser".

Em Império, José Alfredo fica sem entender a reação de Cora

"Ela viveu para me fazer mal, e no fim ela salva minha vida", diz José Alfredo após o crime. E Marta corrige: "Não, ainda não é o fim, ela não morreu. Se ela se recuperar, vai continuar a mesma, ela nunca vai te deixar em paz".

Após finalmente chegar em casa, o homem de preto tenta entender os motivos da vilã levar um tiro por ele. "Eu não consigo é entender o motivo dela ter salvo a minha vida", diz.

Sem papas na língua a madame dos Medeiros responde: "Mas não é possível, será que você não enxerga? Até seus netos que não têm discernimento algum sabem o motivo e a resposta até: A Cora sempre foi apaixonada por você. Quer que eu desenhe?". "A ponto de arriscar a própria vida por mim?", questiona José Alfredo.




Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias