Reportar erro
Retomada

Autora diz acompanhar Ibope e adianta final de Thelma em Amor de Mãe

Amor de Mãe entra na fase final na Globo

Manuela Dias no lançamento de Amor de Mãe
Manuela Dias não se priva de emoção em Amor de Mãe - Divulgação/TV Globo
Redação NT

Publicado em 23/03/2021 às 09:58:42,
atualizado em 23/03/2021 às 10:32:54

Manuela Dias viu sua Amor de Mãe retornar depois de um ano por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Na história, Thelma (Adriana Esteves) fez tudo o que conseguiu para evitar que Lurdes (Regina Casé) descobrisse que Danilo (Chay Suede) é seu filho Domênico. A autora contou ao jornal Extra que acompanha a audiência em tempo real e adianta o final de Thelma: "Será lindíssimo".

A autora diz se emocionar com a própria trama. "Faço questão de manter minha emoção disponível, desde a hora de escrever, editar, aprovar capítulo, até quando ele vai ao ar. Eu choro, me arrepio, rio... Então tenho certeza de que vou me emocionar quando estiver vendo esse momento", afirma.

Para Manuela, há uma dúvida se a revelação seria o momento mais importante da novela. "Talvez o ápice, a meu ver, seja o encontro de Lurdes e Domênico, e não ela descobrindo que Danilo é seu filho", opina.

Manuela Dias nas gravações de Amor de Mãe

Mesmo antes da pandemia, Manuela não ia aos Estúdios Globo acompanhar as gravações. "Eu não costumo acompanhar. Acredito que minha presença pode acabar inibindo o elenco e a direção. Escrevo, tenho um acordo com os diretores e os atores para que não mudem diálogos e volto a acompanhar o processo na edição", pondera.

Assim que volta a participar da produção, Manuela revê os capítulos muitas vezes antes de ir ao ar. "Quando vejo a novela no ar, fico ligada no Ibope e na repercussão nas redes sociais. Tem muita coisa interessante e diversa escrita ali", entrega ela, sempre de olho no que comentam.

Para ver a novela, Manuela não dispensa companhia. E lembra quando parte do elenco do BBB21 viu o primeiro capítulo desta retomada: "Eu me diverti demais vendo os participantes assistirem enquanto comentavam".

E apesar de Thelma ter matado duas mulheres até encomendado o assassinato da nora, Manuela não enxerga a personagem como vilã: "Ela é um personagem trágico. É boa, como Macbeth (de Shakespeare) é bom, e a tragédia é justamente essa: ser bom".

"Pode parecer paradoxal, mas não é. Normalmente, vemos uma vilã durante toda a novela e, no fim, ela se humaniza. Com Thelma, não. A trajetória dela a empurrou para um precipício que ela não conseguiu evitar. Thelma jamais pensou em fazer mal a ninguém", opina.

E finaliza: "Ela amava Jane (Isabel Teixeira), era sua melhor amiga, e mesmo assim 'teve' que matá-la para esconder um erro. Assim como Macbeth, Thelma comete um grande primeiro erro que a arrasta para outros ainda piores. Amo esse personagem! O final de Thelma será lindíssimo!".




Mais Notícias