Reportar erro
20 anos depois

Juliana Paes não se entristece com morte de Ritinha em Laços de Família: "É babado"

"Entendi que morrer em novela do Maneco tem repercussão", elogia

Juliana Paes sorrindo
Juliana Paes relembra morte de Ritinha - Reprodução/Instagram
Redação NT

Publicado em 23/03/2021 às 08:55:37

Interpretando a empregada doméstica em Laços de Família (2000-01), Juliana Paes avalia a morte de sua personagem na trama de Manoel Carlos 20 anos depois. "Quando eu recebi os roteiros e vi que a Ritinha iria morrer fiquei absolutamente triste. Ela não morreu, assim, no finalzinho", recorda ela à revista Quem.

"Acho que faltavam umas três ou quatro semanas para acabar, ou seja, tinha uma estradinha de novela. Fiquei supertriste, mas depois entendi que morrer em uma novela do Maneco tem repercussão. Morrer numa novela dele é sucesso, é babado", continuou a atriz de 41 anos.

Para a atriz, a morte de Ritinha foi impactante e mexeu com a novela. "Antes de ser divulgado que ela morreria, começou a gerar buchicho, em torno da personagem, o que foi excelente pra mim. A morte foi melhor do que se nada acontecesse. O final da Ritinha, com cena de ambulância, foi ótimo para mim", agradece.

Os bastidores da morte de Ritinha ela se lembra muito bem: "Lembro que tinha que dar uma gorfada, rolava um picolé de coco e equipe de efeitos especiais em ação. No fim das contas, amei. A morte da Ritinha foi um estrondo".

A carreira de Juliana Paes

Depois de Laços de Família, Juliana engatou uma série de papéis na Globo, como em O Clone (2001), A Casa das Sete Mulheres (2003), Celebridade (2003), América (2005), Pé na Jaca (2006), A Favorita (2008) e Caminho das Índias (2009).

Mais recentemente, surgiu como protagonista de duas grandes novelas às 21h: A Dona do Pedaço (2019) e A Força do Querer (2017), que teve reprise finalizada há poucos dias no horário nobre da Globo.



TAGS:
Mais Notícias