Reportar erro
Exclusivo

Filha de Edir Macedo assume função de escolher reprises de novelas na Record

Ela tem tirado poderes de Marcelo Silva

Cris Cardoso, filha de Edir Macedo, em foto
Cris Cardoso, filha de Edir Macedo, vem acumulando poderes na Record - Foto: Reprodução
Daniel César

Publicado em 26/02/2021 às 04:30:00,
atualizado em 26/02/2021 às 09:56:13

Filha de Edir Macedo, Cristiane Cardoso, responsável pela dramaturgia da Record, decidiu sozinha por uma mudança no organograma da emissora do pai, barrando da programação e pegando para si a escolha das reprises de novelas nas tardes do canal. A primeira decisão dela, inclusive, já foi tomada ao decidir que Belaventura (2017) substituirá A Escrava Mãe.

Segundo apurou o NaTelinha, o esqueleto de comando da Record era de que Cris Cardoso cuidava da dramaturgia bíblica da emissora por ordem direta de Edir Macedo, ao mesmo tempo que a programação e a direção artística seriam responsáveis por aprovar as reprises e também eventuais produções contemporâneas e que não tivesse a Bíblia como base. Mas nada disso está mais valendo.

O primeiro momento em que Cris teria desautorizado a área de entretenimento e artística, de acordo com fontes do canal, ouvidas pela reportagem, aconteceu durante Amor Sem Igual. A novela estaria debaixo do guarda-chuva do diretor, mas a filha de Edir Macedo se aproveitou por ter boa relação com a autora Cristiane Fridman para palpitar sobre os rumos da história e, inclusive, teria feito exigências para que a protagonista terminasse seus dias como fiel da Igreja Universal do Reino de Deus. A panfletagem da igreja não agradou o chefe artístico da Record e teria gerado um clima de animosidade.

Mas a relação azedou de vez recentemente, quando Cristiane Cardoso, sem consultar ninguém e sem passar por reunião, decidiu enviar um comunicado à programação que, a partir de agora, a escolha das reprises na tarde da emissora ficarão por conta dela exclusivamente. Ela teria já enviado a ordem para iniciar a edição de Belaventura e teria deixado vazar para a imprensa que a próxima novela reprisada deverá ser Os Dez Mandamentos.

Record queria outra reprise

Filha de Edir Macedo assume função de escolher reprises de novelas na Record

O NaTelinha ouviu de um funcionário da Record que a intenção da programação e do artístico era reprisar outra trama porque o desempenho de audiência de A Escrava Mãe já não havia agradado. Se dependesse da programação, possivelmente iria ao ar nas tardes do canal Luz do Sol (2007) ou Poder Paralelo (2009). Pesava contra a última o fato de que setores da emissora mantém uma espécie de veto contra as obras de Lauro César Muniz desde que ele deixou a Record, mesmo assim, com o distanciamento do tempo, a novela vinha ganhando força para receber uma edição especial com cortes.

Mas nada disso adiantou porque Cris Cardoso, que já vinha aterrorizando o elenco da Record há tempos, decidiu sozinha que faria tudo diferente. Ela preferiu escolher uma trama épica, embora não bíblica, para preparar o terreno para reprisar as bíblicas que já ocupam a faixa do horário nobre. O fato de Gustavo Reiz ter saído do canal após desentendimentos com ela durante a concepção de Gênesis e migrado para a Globo não pesou na decisão.

Debandada geral

Filha de Edir Macedo assume função de escolher reprises de novelas na Record

O NaTelinha apurou que há muita insatisfação dos executivos e funcionários da área de dramaturgia da Record com o comportamento da filha de Edir Macedo. Eles estariam se sentindo desprestigiados, já que Cardoso toma todas as decisões e não utiliza o trabalho de ninguém, nem mesmo para contribuir com leituras de sinopses e de capítulos para avaliação.

A segunda temporada de Topíssima já vem sendo debatida entre Fridman e Cris Cardoso pessoalmente e sem passar pelo crivo do diretor artístico. Por isso, muitos funcionários planejam deixar a emissora se surgir oportunidade no mercado. 

Procurada, a Record não se manifestou.

Mais Notícias