Estratégia

Afiliada da Globo, RBS vende parte das operações para holding

O grupo gaúcho RBS anunciou uma reorganização societária nesta segunda-feira (20)


Logo do Grupo RBS com letras brancas em fundo azul
A RBS foi fundada há 65 anos pelo patriarca da família Sirotsky - Divulgação

A RBS, maior afiliada da Globo no país, anunciou uma nova estratégia para seus negócios nesta segunda-feira (20). Visando crescimento, desenvolvimento, lançamento de plataformas de conteúdo e fortalecimento de suas marcas, a RBS encaminha iniciativa estratégica que possibilitará o ingresso de holding de investidores na companhia, assim como o início de uma reorganização societária, prevista para ser implementada nos próximos anos. A operação está sujeita à aprovação prévia do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e demais órgãos públicos.

O NaTelinha apurou que a RBS enfrenta uma crise financeira e a venda de uma porcentagem das suas operações é  parte de um processo de recapitalização financeira.

A TKPar holding de participações, veículo criado para investimento na RBS, é liderada pelo empresário Fernando Tornaim, empreendedor que atua nos segmentos imobiliário, comunicação e entretenimento. Fernando, que nos últimos anos desenvolveu uma série de empreendimentos com a RBS, agora, por meio da TKPar, associa-se à empresa. Além da Maromar Investimentos, empresa de participações liderada por Maurício Sirotsky Neto, outros empresários gaúchos dos setores imobiliário, agronegócio e áreas financeira e de inovação participarão da holding TKPar.

A governança da RBS será aprimorada a partir de um Conselho de Representantes, que substituirá o atual Conselho de Acionistas. O novo Conselho terá como presidente Gilberto Meiches, atual presidente do Conselho de Acionistas da RBS e, como vice-presidente, Fernando Tornaim. Além da permanência dos conselheiros Nelson Sirotsky, Carlos Melzer, Marcelo Damasceno Ferreira (representante da JAMAH) e Luís Lima (representante de Pedro e Sônia Sirotsky), ingressarão também Maurício Sirotsky Neto e Juliano Pereira (representante da TKPar). Geraldo Corrêa participará da governança, a partir de comitês do Conselho de Representantes. Claudio Toigo permanecerá como presidente-executivo da RBS, liderando o atual comitê executivo da empresa, com a missão de continuidade, aperfeiçoamento e perpetuação do negócio de mídia.

Nelson Sirotsky assumirá, ainda, a posição não executiva de publisher da RBS, com a responsabilidade de ser o guardião da linha editorial da empresa. Ao longo do segundo semestre, Nelson criará o Conselho Editorial da RBS, que será integrado por profissionais da empresa e convidados externos.

"Todo este movimento é um sinal claro de crença dos acionistas e também do mercado no negócio de comunicação e do nosso compromisso, na RBS, de assegurar ao Rio Grande do Sul um jornalismo responsável, cada dia mais contemporâneo, independente e plural, que atenda às necessidades e aos desejos dos nossos públicos", destaca Nelson Sirotsky.

RBS anuncia início de um novo capítulo em sua história

Afiliada da Globo, RBS vende parte das operações para holding

A RBS foi fundada pelo patriarca dos Sirotsky há 65 anos. Ainda com parte da família no comando, somada ao futuro ingresso da holding de investidores, o grupo aposta que os novos negócios representarão um movimento de evolução, ao mesmo tempo em que preservarão a essência, os valores e os compromissos históricos da empresa.

"Com muito orgulho, vamos participar deste novo ciclo da história da RBS, ampliando o foco em inovação, nas novas tecnologias e em conteúdos interativos, buscando sempre aprofundar a conexão com os diferentes públicos e marcas, por meio das plataformas atuais e dos novos negócios que serão implementados. Tenho convicção de que a RBS seguirá protagonista nesse importante papel da comunicação, apoiando o desenvolvimento do nosso Estado e do nosso país", afirma Fernando Tornaim.

Anunciada ao mercado no início de 2022, a RBS Ventures passará a ser a plataforma que concentrará o desenvolvimento de novos negócios e investimentos da RBS em diferentes segmentos de atuação. Um comunicado divulgado pelo próprio grupo promete que as primeiras iniciativas desta frente serão divulgadas em breve.

"Este ingresso de investidores na RBS preserva os propósitos claros, definidos ao longo de seus 65 anos de existência, de trabalhar pelo desenvolvimento do Rio Grande do Sul, consolidados na prática de uma comunicação responsável e no exercício da liberdade de imprensa e de expressão que tanto defendemos. Com este passo vamos além, buscando contribuições efetivas para inovar, evoluir e crescer, gerando ainda mais benefícios para toda a comunidade", ressalta Jayme Sirotsky, presidente emérito da RBS.

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
TAGS:
Mais Notícias