Estratégia

Globo emite meio bilhão de dólares em títulos de dívida fora do Brasil

Nova empreitada mira o mercado externo


Logo Globo
Globo emite meio bilhão de dólares em títulos de dívida fora do Brasil - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 07/01/2022 às 10:29:00,
atualizado em 07/01/2022 às 13:35:23

Nos últimos meses, a Globo vem adotando uma série de estratégias para adaptar suas finanças a de uma empresa competitiva comum ao mercado, com otimizações de custos e ganhos de impostos. A nova empreitada, no entanto, mira o mercado externo. Agora, o Grupo Globo vai emitir meio bilhão de dólares em títulos de dívida e inaugurar, junto ao Banco do Brasil, as operações de empresas brasileiras no mercado externo em 2022. Segundo Ana Paula Ragazzi, do Brazil Journal, as duas empresas estão no mercado com bonds ESG (sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança), buscam US$ 500 milhões cada, mas o valor final vai depender da demanda do mercado. 

Os papéis da companhia têm prazo de 10 anos e retorno ("yield", no jargão em inglês) sugerido por volta de 6%. A operação será coordenada pela Goldman Sachs, Itaú BBA, Morgan Stanley, BofA e Santander. Já o Banco do Brasil está com o prazo de sete anos e um retorno sugerido por volta de 5%, segundo o jornal.  Com os títulos, a companhia se compromete e reduzir sua emissão de gases do efeito estufa em 15% até 2026. Caso a meta não seja atingida, o cupim da dívida aumenta em 0,25%. 

Apesar da inserção no mercado externo, outras medidas já haviam sido tomadas pela Globo, como a venda de propriedades e empresas ligadas ao Grupo, como a Som Livre, e levantado suspeitas sobre uma possível falência. Mas, de acordo com dados revelados pelo colunista Guilherme Ravache, do UOL, a Globo vem movimentando muito dinheiro mirando o lucro e menos impostos, como toda visão empresarial das companhias. 

Segundo os números, a emissora pode receber R$ 1,3 bilhão ao ano, caso fique com dinheiro em caixa, além das propriedades vendidas investidas. A estimativa é que o Grupo tenha R$ 12,5 bilhões em caixa atualmente, mais de 2,5 vezes a mais que a dívida. Outro número que refuta a ideia de que a Globo esteja falindo foi a receita de janeiro a setembro de 2021, que mostrou que o canal cresceu 18% (R$ 10,8 bilhões) em relação ao mesmo período do ano passado.

Procurada pelo NaTelinha sobre a emissão dos títulos no exterior, a Globo não se manifestou até a publicação da reportagem. O espaço está aberto.

Globo adota estratégias para ter mais lucro

Outra estratégia da Globo para aumentar seus lucros foi a venda da Som Livre para a Sony por R$ 1,4 bilhão, o repasse do data center por R$ 300 milhões, a venda de 17 torres de TV e 16 imóveis para o grupo IHS Towers, da Nigéria, por R$ 200 milhões.

Ela ainda vendeu o complexo de imóveis à Vinci Real Estate, local onde funciona a sede do canal em São Paulo, por mais de R$ 522 milhões. Resta esperar ver as outras estratégias do canal para o ano de 2022.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias