Reportar erro
Documentário milionário

Netflix desembolsa 170 milhões por documentário de Kanye West

Documentário terá cenas antes nunca mostradas nos últimos 21 anos

Kanye West com cara de aborrecido
Kanye West tem fortuna estimada em mais de US$ 6,6 bilhões - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 07/04/2021 às 11:43:01

A Netflix vai desembolsar US$ 30 milhões (170 milhões de reais na cotação atual) por um documentário de Kanye West com "filmagens nunca vistas nos últimos 21 anos", segundo informou o The Wrap desta quarta-feira (7).

O documentário detalhando a vida do rapper desde o final dos anos 90 até os dias hoje incluem seus primeiros anos de carreira em Chicago, a morte de sua mãe Donda West, a inclusão na indústria da moda e a tentativa de se tornar presidente dos Estados Unidos em 2020.

O que não se sabe, ainda, é se o documentário contará com detalhes de seu colapso de saúde mental no ano de 2016, quando chegou a ser hospitalizado em Los Angeles. Sem título ainda definido, ele deve entrar no catálogo do streaming ainda em 2021.

A fortuna de Kanye West

Segundo a Bloomberg divulgou no último mês, a fortuna de Kanye West é estimada em US$ 6,6 bilhões, com base principalmente na sua marca de enorme sucesso, a Yeezy, que pode valer entre US$ 3,2 bilhões e US$ 4,7 bilhões.

O artista também conta com US$ 122 milhões em dinheiro e ações e seu catálogo de música está avaliado em cifras que ultrapassam os US$ 110 milhões. Vale lembrar que o rapper está em um período turbulento de divórcio.

Enquanto isso, sua ex-mulher, Kim Kardashian, se juntou ao time de bilionários segundo a revista Forbes. O casal viveu uma forte crise no casamento durante o ano passado. Eles até decidiram fazer uma viagem juntos para tentar salvar a união, após semanas difíceis, com direito a choro de Kim e desentendimentos públicos.

De acordo com informações do site TMZ, eles embarcaram em um jatinho privado para férias em família, algo que já havia sido discutido anteriormente. As tentativas não deram resultado e optaram por se separar definitivamente.

Mais Notícias