Biografia

"O palhaço mudou minha vida e o meu jeito de ver o mundo"

  • Nome: Domingos Montagner Filho
  • Nascimento: 26/02/1962
  • Falecimento: 15/09/2016
  • Sígno: Peixes
  • Estado civil: Casado
  • Profissão: Ator
  • País: Brasil
  • Cidade: São Paulo (SP)

Domingos Montagner foi ator, famoso por trabalhos de destaque na TV, no teatro e no cinema. Antes da fama, trabalhou como office boy, arquivista, jogador de handebol e formou-se em educação física. Lecionou até os 27 anos, quando optou por seguir carreira artística.

Ingressou no Circo Escola Picadeiro no fim da década de 1990. Seguiu nos anos seguintes como palhaço e trapezista. Paralelamente, manteve os cursos de teatro. Em parceria com Fernando Sampaio, criou o Grupo La Mínima, responsável por trabalhos premiados. Nos anos 2000, foi um dos fundadores do Circo Zanni.

A primeira experiência na televisão foi na novela Tocaia Grande (1996), na Manchete. Fez ainda Canoa do Bagre (1997), na Record. Também participou de outras novelas na Record, no SBT e na Band. Seu papel de maior notoriedade viria já na maturidade: o Coronel Herculano, perigoso cangaceiro de Cordel Encantado (2011), na Globo.

Seguiu como galã em novelas da emissora, sem abandonar os palcos e a telona. Protagonizou a minissérie O Brado Retumbante (2012) e teve personagens de destaque nas novelas Salve Jorge (2012) e Joia Rara (2013). Também ganhou papéis centrais em Sete Vidas (2015) e Velho Chico (2016), sua última novela.

Morreu em 15 de setembro de 2016, aos 54 anos, por afogamento no Rio São Francisco, no município de Canindé do São Francisco, em Sergipe. Ele estava no intervalo das últimas gravações da novela Velho Chico. A cena foi presenciada pela colega Camila Pitanga, que foi salva pelo amigo de um afogamento minutos antes. Ele deixou a esposa Luciana Lima e deixou três filhos, Leo, Antonio e Dante.