Biografia

"Não me imagino parando de trabalhar. Quando a pessoa para, é o prenúncio da morte"

  • Nome: Boris Casoy
  • Nascimento: 13/02/1941
  • Idade: 79 anos
  • Estado civil: Solteiro
  • Profissão: Jornalista
  • País: Brasil
  • Cidade: São Paulo (SP)

Boris Casoy é jornalista. Como âncora de telejornais, profissão exercida por mais 30 anos, emplacou bordões como "Isto é uma vergonha!" e "É preciso passar o Brasil a limpo".

Começou a carreira na década de 1950, como narrador esportivo no rádio. Foi secretário de imprensa de políticos no período da ditadura militar, entre os anos 1960 e 1970. Também foi repórter da TV Tupi, a partir de 1961. Em 1974, ingressou na Folha de S.Paulo, onde foi editor de política e, depois, editor-chefe.

O retorno à televisão foi pelo SBT, em 1988, para apresentar o TJ Brasil, até 1997. Contratado pela Record, ficou no comando do Jornal da Record até 2005. Passou pela TV JB antes de assinar com a Band, em 2008, para apresentar o Jornal da Noite até 2016. Na RedeTV!, ficou daquele ano até 2020, quando estreou o Jornal do Bóris no YouTube e foi contratado pela Gazeta.

Sua trajetória é marcada por polêmicas, como a afirmação que fez, em entrevista, que sua demissão da Record havia ocorrido por pressão do governo do então presidente Lula. Em 2009, precisou se desculpar após fazer um comentário depreciativo sobre garis na bancada do Jornal da Band, que acabou vazando ao vivo.