Mente aberta

Eliane Giardini defende uso de vibradores: "Outras maneiras de exercer o sexo"

Solteira e aos 69 anos, atriz abriu o jogo sobre vida amorosa


Eliane Giardini em selfie postada no Instagram
"Sabendo usar, não vai faltar bem-estar", declarou Eliane Giardini sobre vibradores - Foto: Reprodução/Instagram
Por Redação NT

Publicado em 26/06/2022 às 13:36:00,
atualizado em 26/06/2022 às 13:36:42

Eliane Giardini vive no teatro uma mulher que precisa reaprender a viver após a separação do marido, interpretado na peça por Marcos Caruso. Em entrevista, a atriz de 69 anos falou abertamente sobre sua vida sexual. Solteira, ela afirma que não está à procura de uma nova relação, mas também não está fechada às possibilidades.

“Não estou procurando, mas permaneço atenta. De qualquer forma, existem outras eficientes maneiras de se exercer o sexo o tempo todo. Vibradores, por exemplo: sabendo usar, não vai faltar bem-estar”, disse Eliane Giardini em entrevista divulgada pela Veja neste fim de semana. A atriz está em cartaz em São Paulo com a peça Intimidade Indecente.

A veterana foi casada por 20 anos com o ator Paulo Betti, com quem mantém uma boa relação até hoje. Ainda na entrevista, disse não sentir o peso da idade agora que se aproxima dos 70 anos. “É tão surreal esse número, não me identifico com os 70, mas estou chegando a eles muito bem”, destacou.

Assim como Eliane Giardini, outras famosos também defendem o uso de vibradores

imagem-texto

Em abril, Anitta defendeu, em uma entrevista à revista norte-americana Nylon: "As garotas não precisam de homens para merda nenhuma. Temos vibradores, temos amigos. Temos amigos gays, o que é muito melhor do que qualquer marido f*. Confie em mim.", diz ela em um trecho da entrevista.

No ano passado, Xuxa contou, em entrevista a Sabrina Sato no YouTube, que faz uso de vibradores para apimentar a relação. “Brinquedinho é uma coisa que tem que ter sempre para o homem e a mulher, para se conhecerem. Para um relacionamento durar, tem que fazer o que todo mundo faz e depois inventar, criar, descobrir outras coisas, ver vídeos…”, sugeriu.

Em 2020, foi a vez de Angélica: "Hoje a gente fala tanto em empoderamento feminino, nas mulheres, da liberdade, isso é fundamental falar. Durante muito tempo, e ainda é, essa pressão, não só sexualmente, mas em todas as áreas”, declarou ao jornal O Globo. “O autoconhecimento passa pela necessidade da gente se tocar, o vibrador é um importante aliado da relação a dois”, pontuou.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos