Desabafo

Personal que flagrou esposa com mendigo diz que ela está tomando oito comprimidos por dia

Eduardo Alves lamentou que Sandra Mara ainda não esteja levando uma vida normal


Eduardo Alves sentado no sofá, vestindo calça camuflada cinza e camiseta preta, falando para a câmera
Eduardo Alves gravou um vídeo contando como está a vida do casal atualmente - Reprodução/YouTube

Eduardo Alves, personal que bateu no ex-morador de rua Givaldo Alves após flagrá-lo tendo relações sexuais com sua esposa, Sandra Mara, criou um canal no YouTube e já publicou o primeiro vídeo. No conteúdo de estreia, ele conta brevemente sua história e sua relação com os exercícios físicos e fala de como sua vida mudou de cabeça pra baixo de março pra cá, quando tudo aconteceu. O educador físico ainda revelou como está a rotina da mulher depois que ela deixou a clínica psiquiátrica onde esteve internada.

"Atualmente, a Sandra toma em torno de oito comprimidos pra estar levando uma vida normal. São divididos em quatro de manhã e quatro à noite. Pode ser que ela venha a tomar esses remédios a vida toda, como pode ser que não", disse, acrescentando ainda que foi comprovado que ela teve um surto.

"Ela vai continuar com todo um tratamento. Questão de psicólogo, psiquiatra, retorno médico. Ela não tem a vida dela normal, eu não tenho a minha vida normal. Tá todo mundo correndo atrás de viver novamente", completou, garantindo que fará tudo o que estiver ao alcance dele para defender a família.

Eduardo ainda lembrou que não escolheu ser "blogueiro" e que tudo aconteceu muito de repente. "A minha vida basicamente mudou completamente. Eu era um personal trainer conhecido na minha cidade, Plataltina. Tinha meus 10 mil seguidores, mantinha minha rotina normal de academia, vendia minhas consultorias e um belo dia aconteceu isso. Eu dormi com 10 mil seguidores e acordei com 100 mil seguidores", lembrou, argumentando que deu a cara a tapa indo pra mídia.

O personal adiantou que pretende compartilhar sua rotina e falar sobre treinos e emagrecimento no canal e finalizou dizendo que o tempo vai dizer como tudo vai ficar. "Referente a tudo o que aconteceu, acho que todos os lados tem que ser ouvidos. Não tem aquele lado certo, nem aquele lado errado, mas, sim, todo um contexto que tem que estar passando pela Justiça até chegar a uma tela final", completou, agradecendo as mensagens de apoio que recebu.

Mulher flagrada com mendigo quebra o silêncio: "Usada como objeto de prazer"

Personal que flagrou esposa com mendigo diz que ela está tomando oito comprimidos por dia

Sandra Mara Fernandes, mulher que teve relação sexual com o ex-morador de rua Givaldo Alves, quebrou o silêncio e falou sobre o que aconteceu no dia em que seu marido, Eduardo Alves, agrediu o "mendigo do amor". "Olá, me chamo SANDRA MARA FERNANDES, sou a mãe da Anna Laura e a esposa do Eduardo Alves. Venho através dessa postagem agradecer as pessoas que se levantaram para me defender quando eu não tinha condições", iniciou, em seu perfil no Instagram, que já conta com mais de 150 mil seguidores.

"Passei por dias muito difíceis, nunca me imaginei naquela situação. Eu me sinto profundamente dilacerada pelo ocorrido. Hoje eu tenho ciência de tudo o que foi dito enquanto eu estava internada e sendo cuidada por médicos, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e outros profissionais", continuou ela.

Em seguida, Sandra falou sobre o sofrimento pelo qual passou desde que tudo aconteceu. "Fui VÍTIMA de chacotas, humilhações em rede nacional. Fui taxada como uma mulher qualquer , uma mulher promiscua , uma mulher com fetiches , uma traidora. E mais ofendida ainda por ter sido atacada por outras mulheres que entenderam que eu merecia o pior", lamentou.

"Eu sempre soube que vivemos numa sociedade desigual, mas eu NÃO escolhi ter um SURTO, eu NÃO escolhi ter sido HUMILHADA, eu NÃO escolhi ter minha vida EXPOSTA e DEVASTADA! Então, na condição onde estive eu sei que tinha legitimo DIREITO de ser DEFENDIDA. Agradeço ao meu esposo por tudo que ele fez por mim. Ele me defendeu durante e depois do ocorrido, pois sabe que em condições normais eu jamais teria permitido passar por aquilo. Agradeço também ao meu pai, minha madrasta, meus irmãos e amigos, que me acolheram e ajudaram o Eduardo e a Anna Laura. Sou profundamente grata aos profissionais que me ajudaram a compreender o que estava acontecendo quando eu já NÃO TINHA domínio da minha própria vida."

Para finalizar, Sandra falou que já está tomando as medidas cabíveis para se defender. "Hoje eu busco na JUSTIÇA os meus DIREITOS, pois nunca faltei com respeito com ninguém e não merecia ter sido tratada como uma qualquer, e, principalmente, ter sido usada como OBJETO de prazer durante DELÍRIOS e ALUCINAÇÕES que confundiram minha mente e me colocaram num contexto NOJENTO e SÓRDIDO. Sigo BATALHANDO, um dia de cada vez para retomar a minha existência e vou conseguir porque DEUS é maior e infinitamente bom", completou. Confira:

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos