Reportar erro
Segurança nacional

Felipe Neto é intimado após chamar Bolsonaro de "genocida"

Influencer revelou em rede social

Felipe Neto e Jair Bolsonaro
Felipe Neto e Jair Bolsonaro - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 15/03/2021 às 18:10:25

Nesta segunda-feira (15), Felipe Neto foi intimado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro para depor após fazer uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro. Por meio do Twitter, o influencer adiantou que foi envolvido em investigação de "crime contra a segurança nacional".

O famoso adiantou que um dos filhos do presidente foi atrás de um delegado que já tinha o indiciado anteriormente. "Um carro da polícia acaba de vir na minha casa. Trouxeram intimação p/ q eu compareça e responda por CRIME CONTRA SEGURANÇA NACIONAL  pq chamei Jair Bolsonaro de genocida. Carlos Bolsonaro foi no mesmo delegado q me indiciou por 'corrupção de menores'. Sim, é isso mesmo", escreveu, mostrando um trecho do documento.

Respondendo a essa publicação, Neto afirmou que isso não passa de uma tentativa de o intimidar por conta de expor opiniões contrárias ao atual governo, e garantiu que não vai parar. "A clara tentativa de silenciamento se dá pela intimidação. Eles querem que eu tenha medo, que eu tema o poder dos governantes. Já disse e repito: um governo deve temer seu povo, NUNCA o contrário. Carlos Bolsonaro, vc não me assusta com seu autoritarismo. Não vai me calar", continuou.

Em outro momento, ainda explicou o motivo de ter usado o termo em questão a se referir a Bolsonaro, e citou a questão das ações do político na pandemia. "Minha atribuição do termo 'genocida' ao Presidente se dá pela sua nítida ausência de política de saúde pública no meio da pandemia, o que contribuiu diretamente para milhares de mortes de brasileiros. Uma crítica política não pode ser silenciada jamais!", disse.

Para encerrar, mostrou ainda um caso parecido, que ocorreu com outro crítico a Bolsonaro, que foi arquivado. "STJ já arquivou processo de crime contra a segurança nacional por críticas ao Presidente, qnd tentaram silenciar à força Marcelo Feller, justamente por chamar Bolsonaro de genocida. NGM será silenciado à força nesse país por criticar seu pai, Carluxo", concluiu.

Felipe Neto é intimado após chamar Bolsonaro de \"genocida\"

Felipe Neto é intimado após chamar Bolsonaro de \"genocida\"

Felipe Neto é intimado após chamar Bolsonaro de \"genocida\"

Felipe Neto vence processo movido pelo dono da Havan

Por meio da mesma rede social, o youtuber compartilhou com os seguidores uma decisão favorável a ele em processo que foi movido por Luciano Hang, dono da Havan. O empresário usou textos escritos por Felipe, onde afirmava que a loja começou a vender alimentos como uma forma de não fechar durante o lockdown.

O juiz que ficou responsável decidiu que era improcedentes os pedidos feitos pelo empresário, declarando que não houve qualquer dano à sua honra ou da Havan. Com esse resultado, coube também a acusação arcar com o custo dos advogados de defesa, que chegaram a R$ 5 mil.



Mais Notícias
Outros Famosos