Reportar erro
Adeus

Atriz Rosaly Papadopol morre vítima de câncer

Artista morreu aos 64 anos

Rosaly Papadopol na peça Hilda Hilst
Rosaly atuou em dezenas de novelas - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 16/12/2020 às 17:25:00

A atriz Rosaly Papadopol morreu nesta quarta-feira (16), aos 64 anos, vítima de câncer. Com 45 anos de carreira, ela atuou em dezenas de novelas, peças de teatro e ganhou diversos prêmios. Seu último papel na televisão aconteceu na série Samantha! (2018-2019), da Netflix, interpretando a personagem Norminha.

Muitos amigos e colegas de trabalho de Rosaly lamentaram pelas redes sociais o falecimento dela. “Acabo de receber uma notícia devastadora, neste mar de tragédias que assolam este ano tão horroroso. Rosaly Papadopol foi embora. Um vulcão de atriz. Fizemos juntos Pobre Super Homem, no inicio dos anos 2000, peça que marcou para sempre nossas vidas e de tantas pessoas. Que você parta em paz e faça uma linda viagem, minha eterna e inesquecível Kryla”, escreveu Antônio Palmo.

Rosaly nasceu em São Paulo em 1956 e, desde cedo, mostrou interesse pelo mundo artístico. Em 1975, fez seu primeiro trabalho de atuação no teatro. Três anos mais tarde, estreou na televisão na novela Salário Mínimo, na extinta TV Tupi. Ainda em 1978, fez o filme As Amantes Latinas.

Apesar de fazer televisão e cinema, nunca escondeu sua paixão pelos palcos. Atuou em montagens como Alegro Desbum, de Oduvaldo Vianna, Saudades do Brasil, musical com Elis Regina e César Camargo Mariano, e A Garota Gangster, com direção de Manoel Paiva. Em 1995, conseguiu ser indicada o Prêmio Sharp como melhor atriz por Pássaro da Noite.

Em 2019, seu trabalho solo em Hilda Hilst O Espírito da Coisa chamou a atenção da crítica especializada em teatro. Na ocasião, ela se consagrou vencedora do Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) como melhor atriz.

Rosaly Papadopol na TV

Na televisão, interpretou diversas personagens na televisão. Na TV Tupi, fez parte do elenco de Como Salvar Meu Casamento (1979-1980). Após trabalhar em Música ao Longe (1982), ficou 12 anos afastada das telinhas e retornou no remake de Éramos Seis (1994), no SBT.

Na Globo, esteve nos folhetins Esplendor (1999), Porto dos Milagres (2001), Agora é que são elas (2003), Bang Bang (2005), Belíssima (2005-2006), Pé na Jaca (2006-2007), entre outros. Seu último papel ocorreu em Samantha!, série de humor da Netflix.

Mais Notícias
Outros Famosos