Reportar erro
Polêmica

Marcius Melhem revela mensagens com Dani Calabresa em notificação extrajudicial

Ex-chefe do Humor da Globo tenta provar inocência em acusações de assédio

Marcius Melhem e Dani Calabresa
Marcius Melhem e Dani Calabresa: ator tenta provar inocência - Reprodução/TV Globo/Instagram
Redação NT

Publicado em 16/12/2020 às 10:51:57

O ator e diretor Marcius Melhem, ex-chefe do departamento de humor da Globo, conseguiu reunir várias mensagens documentadas com Dani Calabresa com o intuito de provar na Justiça que eles mantinham uma relação sadia entre 2017 e 2019, período em que, de acordo com reportagem da revista Piauí publicada no último dia 4 de dezembro, teria acontecido os episódios de assédio moral e sexual.

Melhem montou uma espécie de "dossiê" para uma notificação extrajudicial que foi encaminhada nesta semana pela defesa dele ao e-mail de Calabresa, dando o prazo de cinco dias para que ela negue ou confirme o que foi publicado.

A primeira notícia envolvendo Marcius Melhem e assédio foi publicada por Leo Dias no final do ano passado. A informação era de que ele havia assediado moralmente atrizes do núcleo de humor da Globo. Em outubro, Mayra Cotta, representante das mulheres que se dizem assediadas por ele, comentou os supostos atos de abuso sexual do ator numa entrevista à jornalista Mônica Bérgamo.

Apesar das acusações, Melhem ainda não sofreu nenhuma ação na Justiça por crime de assédio. Em entrevista à Folha de São Paulo na noite dessa terça-feira (15), ele afirmou: "Do jeito que a coisa está posta é leviano, descompromissado e inconsequente".

"Não posso ser julgado pelo tribunal das redes sociais. Isso é linchamento, inquisição. Estou pedindo para ser julgado. Quando alguém acusado de um crime tem que ficar implorando para ser julgado?", defendeu-se.

As conversas de Marcius Melhem e Dani Calabresa

Segundo mensagem exposta por Marcius Melhem, Dani Calabresa agradeceu Marcius Melhem pelas felicitações em seu aniversário no grupo de WhatsApp do Zorra (2015-2020). Em áudio privado, a humorista diz: "Eu te amo", convidando ainda o diretor e suas filhas para uma viagem à Disney.

"Chefe, estou mandando este áudio para agradecer a mensagem linda que você mandou no grupo. Todas as mensagens que você manda sempre de apoio e de carinho. Nossa, você não tem ideia como fico feliz de saber que você me acha talentosa. Eu sou sua fã para caralho", disparou. Ainda no mesmo áudio, Calabresa teria agradecido Melhem pelo "trabalho tão legal" que estava exercendo e mandou um beijo às suas filhas.

Para a advogada Mayra Cotta, em nota enviada à Folha, a interpelação "repete estratégia comum a casos similares". "Objetiva intimidar não apenas uma vítima específica mas outras que ainda permanecem protegidas sob sigilo e até mesmo testemunhas, como se isso fosse capaz de apagar os graves fatos narrados e cuidadosamente checados com dezenas de pessoas citadas pelas matérias", afirmou.

Melhem assegura que está apenas se defendendo: "Estou numa encruzilhada por parte da opinião pública. Se mostro alguma coisa, estou expondo as vítimas. Se vou para a Justiça, estou intimidando a advogada".

O ex-chefe da Globo ressaltou que guarda as mensagens e têm tudo muito bem documentado. Ele optou por mostrar um pequeno trecho da conversa com Calabresa, apenas para garantir que havia uma relação amistosa de amizade: "Não é expor uma suposta vítima. Estou mostrando que eu e a suposta vítima tínhamos uma relação no período que a revista diz que ela estava traumatizada comigo. É só para contrapor uma narrativa falsa".

Melhem contratou empresa para assegurar veracidade de mensagens

O acusado também enfatizou que contratou uma empresa especializada em procedimentos forenses de coleta e guarda todas as mensagens para provar que são legítimas.

Um dos exemplos utilizados por ele é um fragmento de uma mensagem enviada por ela em novembro de 2018, um ano após a fatídica festa. "Ai, te ‘aminho’, muito, muitas saudades, pena que a gente se encontra pouco, mas eu sinto uma intimidade que, assim, eu posso mandar áudio, eu posso mandar mensagem a qualquer hora", teria dito Calabresa.

O trecho visa descredibilizar as acusações que vem sofrendo e garante que nunca forçou a humorista a nada. E afirma sobre a interpelação: "Preciso saber se ela concorda. Se ela concordar, é totalmente inverídica, aí a gente tem que estudar que medidas tomar".

Marcius Melhem diz faze terapia

Atualmente, Marcius Melhem relata fazer sessões praticamente diárias de terapia. E reconheceu que já cometeu erros como falta de empatia e sensibilidade: "Hoje entendo que fui tóxico várias vezes. Feri e magoei várias pessoas, sobretudo minha ex-mulher. Do ponto de vista profissional, não persegui ninguém, não coagi ninguém".

"Isso sempre foi visto como algo normal, foi naturalizado. No meio artístico em geral, isso acontecia e continua acontecendo. Hoje consigo enxergar com clareza os riscos, os erros e as consequências de você se relacionar com pessoas que muitas vezes estão abaixo de você", encerrou ele.



Mais Notícias
Outros Famosos