Juan Soler

De filha perdida a final de casamento: As polêmicas do astro de Quando me Apaixono

Ator argentino vive no México há anos e se envolveu em polêmica

De filha perdida a final de casamento: As polêmicas do astro de Quando me Apaixono
Juan Soler, de Quando me Apaixono, se envolveu em polêmicas - Foto: Divulgação

Daniel César

Publicado em 06/11/2020 às 06:07:00

Juan Soler é o protagonista de Quando me Apaixono, novela mexicana exibida pelo SBT e que vem fazendo sucesso nas tardes da emissora paulista. O ator, conhecido por inúmeros trabalhos em tramas latinas, tem uma vida por trás das câmeras bastante movimentada, com direito até a encontrar uma filha perdida ao mesmo tempo em que se envolveu em fortes polêmicas sobre a política do México.

Com 54 anos, o ator argentino estreou na TV do país de origem em 1994, mas logo no ano seguinte já emplacou um papel na TV mexicana. Já em 1996, ele esteve numa trama muito conhecida do público brasileiro, a versão do México de Canavial das Paixões, que chegou a ganhar um remake no SBT alguns anos depois. Desde então, ele atuou em diversos trabalhos, como A Outra (2002), A Feia Mais Bela (2006), Quando me Apaixono (2011) e Rubi (2019).

Além das polêmicas que movimentaram a vida do ator, ele também tem uma coincidência interessante que o aproxima do público brasileiro e não apenas seus papéis em tramas exibidas pelo SBT. É porque ele foi um dos protagonistas de Marido en Alquiler, Marido de Aluguel em tradução livre e que é a versão hispânica de Fina Estampa, produção da Globo e que foi feita pela Telemundo para o público latino nos EUA.

continua depois da publicidade

Depois de um casamento de 15 anos com a atriz Maki Moguilevsky, os dois se divorciaram e parte dos fãs sempre consideraram a possibilidade de haver um revival da relação. Sobre o assunto, Juan foi taxativo em entrevista ao site Diretamente do Mexico. "Minha relação com Maki é extraordinária, eu gosto muito dela e temos uma grande relação. Passamos a pandemia juntos, não misturados, mas juntos que são coisas diferentes, mas não, tenho uma grande relação com ela, mas não tem como reatar", explicou.

Mesmo assim, o Jerônimo de Quando me Apaixono, que segue em alta no SBT e com média de 6,7 pontos de média geral, seguiu tecendo elogios para a ex e mãe de suas duas filhas. "Ela é uma grande pessoa, um grande ser humano e assim quero continuar conservando sua imagem e minha relação com ela (Maki), hoje estamos começando a dar os primeiros passos de uma grande amizade que vai durar para a vida toda", garantiu.

continua depois da publicidade

Mas essa boa relação parece não ser tão boa assim no particular, já que a atriz garantiu que a mudança do sobrenome se deu porque o próprio Juan pediu. "Eu perguntei a ele, na verdade, eu tenho perguntado a ele há muito tempo", comentou ela com a imprensa mexicana. E se o divórcio teve pedido de mudança de nome, o casamento havia sido o oposto, já que o noivo chegou de moto enquanto ela se casou vestida de amarelo. 

Juan Soler descobre filha secreta

Numa das reviravoltas da vida dele, Juan Soler teve uma descoberta bastante importante. Pouco antes de se casar com Maki, ele já era um ator em início de carreira no México quando soube da existência de uma filha, Valentina. "Eu era jovem. Estava demitindo porque estava vindo para o México para trabalhar", explicou ao dizer que conheceu a garota quando ela tinha um ano e meio.

continua depois da publicidade

Mesmo assim, Juan disse que adorou a ideia de conhecer Valentina, sua filha mais velha e sempre a visita em seu país de origem. "Fiquei sabendo da existência da Valentina quando ela tinha um ano e meio. Sim porque eu morava aqui, não tinha celular naquela época, não tinha como se comunicar, não tinha nada disso", contou.

Juan Soler polemiza com a política do México

O ator já é considerado mexicano porque está no país há quase 30 anos, mesmo assim, acabou se envolvendo numa polêmica ao comentar a política interna do país e criticar o presidente Manuel López Obrador. "Como cidadão posso dizer que há muitas coisas que fogem do controle. O presidente não fala com a hierarquia que deveria, além de que só promete e não cumpre", explicou ele pouco antes de dizer uma frase que revoltou os mexicanos. "Apesar de me considerar mexicano, não traria minhas filhas para morar aqui, pois há muita insegurança e violência", desabafou.

continua depois da publicidade

As reações foram imediatas e, nas redes sociais, parte dos moradores do país chegaram a levantar a tag pedindo para que ele deixasse o país. Rapidamente o ator reagiu e explicou seus comentários. "Não posto para convencer ninguém. Posto porque é uma forma gostosa de conhecer quem pensa e sente como eu", acrescentou tentando encerrar a polêmica.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!