Reportar erro
Enfoque NT

Jornalismo do SBT vê esperança de dias melhores com investimento em esportes

Profissionais do jornalismo acreditam que a emissora deveria valorizar mais o setor

Marcelo Torres e Márcia Dantas
Marcelo Torres e Márcia Dantas apresentam o SBT Brasil - Foto: Reprodução/SBT
Thiago Forato

Publicado em 14/04/2021 às 04:27:06

Os recentes investimentos do SBT nos esportes geraram desconforto no jornalismo, que vê o setor cada vez mais desestruturado, subvalorizado e com falta de pessoal. Ao mesmo tempo, a esperança que a emissora olhe como se deve para o departamento. Comenta-se que agora que "jorra" milhões de dólares para a compra de eventos esportivos, parte desse dinheiro seja destinado ao jornalismo e que ele deixe de sofrer com falta de profissionais. Muitos deles têm remuneração abaixo do mercado.

Investindo os tubos em campeonatos como a Libertadores e Champions League, além da Copa América que pode pintar em junho, o jornalismo vê seu número de colaboradores cada vez mais reduzido. Sem contratações, há reclamações que quando isso ocorre, é com um salário baixo. Para piorar, há casos que a emissora opta por freelancers, para enxugar ainda mais os custos.

Na visão de fontes ouvidas por esta coluna do NaTelinha, o jornalismo do SBT está sempre de olho na dispensa dos concorrentes para aproveitar profissionais, mas não valoriza os próprios. A situação estaria tão difícil, que há coordenadores de jornalismo compondo seu salário vendendo lanches na redação.

Um dos exemplos recentes da falta de valorização de profissionais foi de Rogério Barolo, que pediu demissão da emissora. Contratado como editor de texto e que atuava como editor executivo do Primeiro Impacto, chegou a solicitar transferência para o esporte, mas não obteve retorno. Pediu demissão. Agora, o SBT terá que buscar no mercado outro profissional a preço de ouro.

Outra reclamação é que o SBT vem demitindo antigos funcionários afastados devido a Covid-19 e contratam, como substitutos, outros sem experiências ou com salários muito aquém do mercado.

Em um momento complicado para jornalistas que vão às ruas, o SBT também não oferece escolta policial ou carros blindados. Quem sai, fica com medo de qualquer tipo de retaliação por parte do povo ou de violências rotineiras, que todos nós estamos sujeitos diariamente.

A chegada de Luciano Callegari Jr. é vista com bons olhos pelos profissionais do jornalismo, apesar de dirigir o Esporte. Profissional, a expectativa é que ele consiga montar um departamento competitivo e isso se alastre justamente ao jornalismo, que carece de investimentos maciços.

Procurado para comentar se há perspectivas de investimentos no jornalismo, o SBT afirmou que no momento eles estão voltados para o entretenimento e esportes. 

Falando em SBT...

O comentarista Mauro Beting deu lugar à outro Mauro na noite dessa terça-feira (13), na transmissão da Libertadores: o Cezar Pereira. Beting estava com suspeita de Covid-19 e foi afastado por precaução. À coluna, garantiu que não sentiu sintomas e seu exame deu negativo. Como o exame tem um dia de carência, acabou por ser afastado, mas adianta que estará de volta na próxima partida transmitida pelo SBT. 

Nova série na Band

Depois de ser exibida nas noites de sexta-feira na Globo, The Blacklist ganhará as noites de sábado na Band, a partir de 1º de maio, substituindo Law & Order, na faixa das 23h. Adquirida junto à Sony, a Band optou por manter a originalidade do título, ao contrário da Globo, que a exibia em português como Lista Negra. A emissora vem exibindo outras séries com seus títulos de origem como House, Orange is The New Black, Law & Order, entre outros.

Música no streaming

Estreia nesta quarta, Os Notáveis, podcast que desvenda o processo criativo de grandes nomes da música brasileira. Sob o comando do jornalista e crítico musical Sérgio Martins e e produção do baixista PJ, do Jota Quest, os quatro primeiros convidados serão Nasi (Ira!), Fernanda Takai (Pato Fu), Kiko Loureiro (Megadeth) e Roberto Frejat. Os próximos convidados serão Samuel Rosa, Nando Reis, Lulu Santos e Rogério Flausino. Os episódios serão sempre às quartas, a partir das 9h no Spotify e Deezer. 

Produção do Disney+

O Disney+ iniciou as gravações de Pais por Acidente, série ficcional produzida na América Latina. Protagonizada por Jorge Blanco, Michael Ronda, Lalo Brito e Farah Justiniani, a nova produção mostrará paisagens e diversidade cultural no México. A história vai ao ar no início de 2022 no streaming.

Turbo no BBB21

Depois da eliminação de Thaís, restam apenas nove sobreviventes no BBB21. Mas, a conta não fecha. Em três semanas, seis participantes terão que ser eliminados. Nesta quinta-feira (15), Tiago Leifert deve anunciar uma dinâmica mais acelerada.

Dica de clássico

O Telecine Cult leva ao ar na noite desta quarta, o clássico E o Vento Levou (1939), a partir das 22h. Sucesso de crítica, sendo indicado a 13 categorias do Oscar 1940, foi também a maior arrecadação por 25 anos com US$ 390 milhões, sendo orçado em US$ 3,85 milhões. Filmão!

 


Thiago Forato é jornalista, assina a coluna Enfoque NT desde 2011, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto 

Mais Notícias