Coluna do Sandro

CNN Brasil mira desfalcar a Globo para comemorar um ano no ar

Canal de notícias fará novas contratações de peso no mercado

 CNN Brasil mira desfalcar a Globo para comemorar um ano no ar
Marcio Gomes assinou com a CNN Brasil após 24 anos na Globo - Foto: Divulgação

Sandro Nascimento

Publicado em 06/01 às 04:00:35

A CNN Brasil pretende sacudir o mercado de jornalismo com novas contratações de peso para marcar seu primeiro ano de operação no país, que será completado em março. Novamente, âncoras e repórteres da GloboGloboNews têm a preferência nesta nova leva de negociações com profissionais da concorrência. O canal de notícias possui em seu casting vários ex-globais, como Wiliam Waack, Monalisa Perrone, Carla Vilhena, Gloria Vanique, Alexandre Garcia, Sidney Rezende e Márcio Gomes.

continua depois da publicidade

Não é somente jornalistas da Globo que entraram na mira da CNN Brasil, o NaTelinha apurou que Adriana Araújo, que está na Record cumprindo seus últimos três meses do atual contrato e sem destino certo na emissora, segue bem cotada dentro do canal de notícias. Porém,  Araújo possui um alto salário na Record, acima do padrão que o mercado está disposto a pagar, e pode ser um entrave na evolução das negociações.

continua depois da publicidade

De acordo com fontes ouvidas, Rachel Sheherazade, que deixou o SBT em outubro do ano passado, possui poucas chances nesta nova investida aos profissionais de outros canais. Alguns jornalistas já foram sondados no final do ano passado.

O reforço de novos nomes em seu jornalismo será uma das novidades que a emissora terá para comemorar um ano no país. A CNN Brasil iniciou suas transmissões em 15 de março de 2020 tendo o executivo Douglas Tavolaro à frente do projeto. Em pouco meses, o canal se tornou uma segunda opção entre os canais de notícias.

continua depois da publicidade

Pesquisas apontam CNN Brasil como o canal mais isento 

A CNN vem se consolidado no país como um canal de notícias multiplataforma. Além do seu portal e a transmissão na TV por assinatura, possui rádio e negocia um sinal exclusivo para TV aberta.

Em outubro, pesquisas realizadas pela Kantar Ibope Media e o RealTime Big Data, apontou que CNN é vista entre os brasileiros como o canal de notícias mais imparcial e independente na TV. A intenção foi avaliar a opinião do telespectador  sobre o posicionamento editorial dos veículos em relação à cobertura do governo de Jair Bolsonaro.

continua depois da publicidade