Coluna do Sandro

Nova direção da Globo avalia derrubar fila de novelas e convocar autores veteranos

José Luiz Villamarim assumiu o lugar de Silvio de Abreu no comando da dramaturgia do canal

 Nova direção da Globo avalia derrubar fila de novelas e convocar autores veteranos
Carlos Lombardi, Manuel Carlos e Benedito Ruy Barbosa terão novas oportunidades na Globo - Foto: Montagem/NaTelinha

Sandro Nascimento

Publicado em 08/12 às 04:00:14

Atual diretor-artístico de Amor de Mãe, José Luiz Villamarim assumiu o cargo de Silvio de Abreu e se tornou o novo chefão da dramaturgia da Globo. A troca faz parte da nova estrutura de entretenimento da emissora. Dentre suas primeiras medidas, Villamarim deve reavaliar a fila de novelas até 2023, definida ainda na gestão de Abreu, e algumas tramas que não se enquadram em seu perfil devem ser derrubadas. Além disso, autores veteranos que perderam espaço na Globo, ao longos dos últimos anos, serão convocados e terão novas oportunidades na programação.

continua depois da publicidade

As novelas que já entraram em produção estão asseguradas na grade da emissora, como Um Lugar ao Sol e o remake de Pantanal, na faixa das 21h, Quanto Mais Vida Melhor, às 19h, além de Nos Tempos do Imperado e Além da Ilusão, ambas destinadas ao horário das 18h. Na berlinda de serem derrubadas na fila de novelas estão sinopses previstas para exibição a partir do segundo semestre de 2022.

continua depois da publicidade

Fontes ouvidas pelo NaTelinha anteciparam que autores veteranos que perderam força durante a administração de Silvio de Abreu no prime-time de folhetins da Globo, às 21h, terão novas oportunidades com José Luiz Villamarim. Dentre eles, Gilberto Braga, Manuel Carlos e Benedito Ruy Barbosa. Para a faixa das 19h, até escritores que estão fora da emissora, como Antônio Calmon, Walter Negrão e Carlos Lombardi, terão chances de emplacar suas sinopses.

continua depois da publicidade

Todas essas mudanças de diretrizes vêm gerando aflição entre pupilos do antigo diretor que estava no topo da dramaturgia da emissora desde 2014.  Porém, a grande maioria de roteiristas e escritores da Globo festejaram a escolha de Villamarim e se mostraram esperançosos com os novos rumos dos folhetins. Ele é visto como um executivo de perfil técnico, como buscava a emissora para o cargo e conforme informação antecipada pelo NaTelinha em reportagem em janeiro de 2020. Na época, a notícia foi negada pela Globo.

continua depois da publicidade

Nos bastidores, nos últimos anos, a gerência de Silvio de Abreu passou a enfrentar, cada vez mais, fortes críticas com os rumos definidos por ele na dramaturgia. Os escritores reclamavam - principalmente os veteranos - das fortes intervenções em suas histórias feitas pelo, agora, ex-todo-poderoso. Prevendo essas intromissões, e sabendo da saída do diretor ainda em 2020, uma personalidade do setor atrasou a entrega da sua sinopse para que não fosse avaliada por Abreu.

continua depois da publicidade

Foi apontada à coluna, como exemplo, que as quatro últimas novelas das 19h, O Tempo Não Para (2018), Verão 90 (2019), Bom Sucesso (2019) e a atual Salve-se Quem Puder (2020),  repetiram o mesmo recurso dramatúrgico para iniciar o desenvolvimento das suas histórias românticas: o primeiro encontro do casal protagonista ocorrer de forma inesperada na praia. É aguardado que com José Luiz Villamarim os autores reconquistem o seu protagonismo no momento de decidir os rumos de suas tramas.

continua depois da publicidade

Procurada, a Globo emitiu a seguinte nota: "Não procede. José Villamarim acabou de assumir e qualquer afirmação neste sentido é mera especulação".