Saiba quem é o ex-aluno que enfrenta Aguinaldo Silva e exige coautoria de "O Sétimo Guardião"

Polêmica pode ter cancelado novela da Globo

Este é o aluno que briga com Aguinaldo Silva para ter seus direitos em novela

Publicado em 27/09/2017 às 00:05:19 , atualizado em 27/09/2017 às 11:35:25

Por: Sandro Nascimento

Fim do mistério. O aluno que fez parte da oficina de roteiristas ministrada por Aguinaldo Silva em 2015 e decidiu reivindicar a coautoria da sinopse de "O Sétimo Guardião", novela do veterano autor da Globo, finalmente tem sua identidade desvendada.

Trata-se do escritor paulista Silvio Cerceau, autor de 12 livros publicados e dono de uma editora em Belo Horizonte.

O NaTelinha teve acesso a uma notificação extrajudicial do 7º Oficial de Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica da Capital registrada no dia 11 de setembro, com número de recibo 17.019.884.

No documento, Aguinaldo Silva é notificado em sua residência na cidade de São Paulo por Silvio Cerceau.

Na certidão positiva, o escrevente destaca: "Certifico e dou fé que o documento prenotado sob o nº 1.963.612 e registrado em microfilme sob o nº 1.963.62 foi entregue, nesta data, ao(a) seu(ua) destinatário(a) no endereço indicado, que após ter tomado conhecimento do teor da carta e ter ficado com a 1º via da mesma, recusou-se a assinar seu recebimento. Visto do ocorrido, passo a descreve-lo(a) fisionomicamente: Tez clara, olhos castanhos, cabelos grisalhos, com mais ou menos 1,70mt. de altura , com aproximadamente 75 kilos e aparentando idade de 75 anos".

A reportagem entrou em contato com o escritor Silvio Cerceau, e ele confirmou que a notificação é referente à coautoria da sinopse e o primeiro capítulo de "O Sétimo Guardião", porém não quis dar detalhes sobre o seu teor.


publicidade

O NaTelinha também procurou o assessor pessoal de Aguinaldo Silva, Francisco Patrício, que afirmou não ter nada a falar sobre o caso, que está na Justiça e é ela quem irá dizer quem tem razão.

Quem é Silvio Cerceau

O escritor mora em Belo Horizonte e desde 2004 é dono da editora Literato. Iniciou sua carreira aos 16 anos de idade, quando escreveu "Vitrine Humana", obra ficcional sobre prostituição masculina. Até o final deste ano terá 14 livros publicados.

Em sua biografia, redigida em seu site pessoal (silviocerceau.com.br), destaca que "Vitrine Humana" figurou por três meses na lista dos livros mais vendidos em Belo Horizonte. "A grande meta de sua carreira: chegar aos 10 mais vendidos do Brasil", diz a página.

Em 2015, se inscreveu na oficina de roteiristas na Casa Aguinaldo Silva de Artes, onde participou da Master Class 3.

Em suas redes sociais, o ex-aluno de Aguinaldo Silva demonstra ser fã de gatos, coincidentemente, animal escolhido para ter grande importância no desenvolvimento da história de "O Sétimo Guardião".

Relembre o caso:

- Nova novela de Aguinaldo Silva se vê envolvida em polêmica de direitos

- Novela "O Sétimo Guardião", de Aguinaldo Silva, deve ser cancelada após polêmica

- Reviravolta: Ex-alunos de Aguinaldo Silva querem "O Sétimo Guardião" na Globo

- "Vou provar na Justiça quem está mentindo", diz ex-aluno sobre polêmica com Aguinaldo Silva

- Globo adia "O Sétimo Guardião", de Aguinaldo Silva, por medo de ter novela barrada na Justiça

- Advogado das estrelas diz que Aguinaldo Silva "plantou nota leviana" e irá processá-lo criminalmente

- Globo cancela "O Sétimo Guardião" após reunião com Aguinaldo Silva

- Aguinaldo Silva nega cancelamento de "O Sétimo Guardião"

Sandro Nascimento é jornalista formado, com passagens por alguns sites no Brasil. Especializou-se em produção de conteúdo audiovisual para a web e atualmente é responsável pela TV NaTelinha. Também assina colunas neste espaço e ainda é correspondente da agência de notícias ZOOMINTV, da Holanda. Twitter: @SandroNascimm / E-mail: sandro@natelinha.com.br



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade