Mesmo com erro matemático, equipe vermelha é campeã no "MasterChef"

Natália acabou eliminada na noite de ontem

Fotos: Carlos Reinis/Band

Publicado em 19/04/2017 às 09:33:46

Por: Vitor João

O “MasterChef Brasil” desta terça-feira (18), na Band, comprovou que a qualidade de um prato pode salvar um erro inadmissível de matemática.

Neste episódio, os cozinheiros amadores tiveram o desafio de preparar uma lasanha e uma sobremesa para cerca de 200 pessoas em pleno Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, local de emocionantes momentos do nosso vôlei. Com essa temática, dentre os convidados estavam grandes astros brasileiros da história desse esporte, como Fabi, Fernanda Venturini, Fofão, Marcelo Negrão, Maurício Lima, Rodrigão e Virna, entre outros.

Divididos, Abel e Deborah foram os escolhidos para liderarem as equipes vermelha e azul, respectivamente. Diferente das outras ocasiões, dessa vez a montagem dos times aconteceu de outra forma. O líder de um time precisou escolher os integrantes do adversário, o que poderia ser uma forma de desestabilizar o concorrente.

À frente do time azul, Deborah demonstrou ser mais responsável e capacitada, enquanto Abel mostrou-se perdido em diversos momentos, sendo repreendido por Henrique Fogaça. Com toda a pressão e desafio para servir 200 pessoas, essa falta de postura de Abel poderia custar caro no resultado final da prova. Michelle, um dos destaques da temporada, por diversas vezes opinou e influenciou nas decisões do comandante da equipe vermelha.

O time de Deborah serviu uma lasanha à bolonhesa com molho bechamel, enquanto o de Abel foi de lasanha de carne com cogumelos. A partir deste momento ficou evidente um erro imperdoável da equipe vermelha. Durante o preparo, Abel confundiu a quantidade de porções que seriam servidas, assando um número menor de assadeiras. Por este motivo, cerca de 15 pessoas ficaram sem saborear o seu prato. Isso causou a ira em Erick Jacquin. Logo após esse episódio, foi servida a sobremesa das duas equipes.

Apesar da quantidade errada de porções do prato principal, a maioria dos convidados atletas escolheram pelo preparo do time vermelho, enquanto somente um decidiu pelo time azul. Com relação aos votos do público presente, houve um equilíbrio maior, porém nem mesmo as 15 porções a menos foram capazes de tirar a vitória do grupo de Abel, conquistando 118 dos 200 votos. Um amargo e segundo lugar para a Deborah e os seus companheiros.

Para a prova de eliminação, a tarefa era a produção de um medalhão de filé mignon com mostarda dijon. Deborah decidiu por se salvar e ficou de fora dessa etapa. Os demais deixaram evidente a indignação com a escolha da líder do grupo. Durante a prova, os participantes demonstram conhecimento e confiança em seus pratos, demonstrando que os que estão restando na competição de fato são capazes no que fazem.

Valter, Mirian e Leonardo foram escolhidos pelo trio de chefs como os melhores, sendo Valter o destaque, recebendo elogios pelo prato produzido. A queridinha no Twitter, Yuko, e Natália, acabaram indo para a berlinda. Como um dos principais objetivos desta prova era o ponto essencial da carne (nem mal passado e nem muito bem passado), Natália acaba sendo a eliminada da noite. Ao deixar o programa, ela deixou bem claro sua torcida contra Mirian, com quem teve atritos em alguns episódios.

Como havia dito na semana passada, a dinâmica realizada no Ginásio do Ibirapuera seria uma verdadeira prova de fogo para comprovar a capacidade de cada um dos cozinheiros. Apesar da derrota de um dos times, ficou evidente que aqueles que continuam no reality de fato têm talento no que fazem e, daqui pra frente, a expectativa é que as emoções só aumentem.

Já decidiu pelo seu favorito? Caso ainda não, tenha certeza que essa escolha será cada vez mais difícil.


Vitor João é formado em gastronomia e acompanha assiduamente a maioria dos realities de culinária, como o "MasterChef Brasil"



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Fechar X