Língua solta

Vídeo: Ana Thaís Matos cutuca técnico Cuca, condenado por estupro no passado

Ana Thaís tentou chamar a atenção de abuso sexual cometido pelo treinador no passado


Ana Thais Matos apontando dedo; Cuca reclamando em jogo
Comentarista do SporTV cutuca técnico Cuca por acusação de estupro - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 22/07/2022 às 18:17:00,
atualizado em 22/07/2022 às 18:18:00

Nesta sexta-feira (22), Ana Thaís Matos, comentarista do SporTV, cutucou o técnico de futebol Cuca, ao fazer alusão ao passado do treinador. O nome do ex-jogador tomou as redes sociais depois de ser apontado como possível novo técnico do Atlético Mineiro, já que o ex-treinador, Antonio Mohamed, foi demitido do clube nesta sexta. Com o provável retorno de Cuca ao time de Minas Gerais, o passado do craque também veio à tona.

Muitos internautas relembraram uma acusação polêmica que recaí sobre o técnico. Uma denúncia de estupro, ocorrido em 1987, revoltou atleticanos e outras pessoas nas redes sociais, fazendo com que Cuca tivesse uma onda de rejeição sobre seu retorno ao Atlético. Ana Thaís também jogou indireta para o craque supostamente sobre o referido crime.

Durante sua participação no programa Seleção SporTV, do canal pertencente a Globo, a comentarista soltou a língua no momento em que os colegas do programa falaram que Cuca está sem clube, e que a "galera esquece" se ele ficar sumido. Foi então que Ana soltou: "A galera esquece muita coisa em relação ao Cuca, inclusive". Após a manifestação da comentarista, ela ficou visivelmente incomodada e tentou se acomodar melhor em sua cadeira.

Veja o vídeo:

No final dos anos 1980, enquanto estava no Grêmio, uma adolescente de 13 anos acusou o treinador de estupro coletivo, junto de outros três jogadores do time do sul brasileiro, Eduardo Hamester, Fernando Castoldi e Henrique Etges. Em 1989, o processo foi finalizado e Cuca e seus colegas de clube foram condenados a 15 meses de prisão por violência sexual contra pessoa vulnerável, mas os craques nunca cumpriram a pena, já que a ação foi julgada na Suíça, local onde ocorreu os fatos, e o Brasil não extradita seus cidadãos.

O próprio Cuca já havia se manifestado sobre o crime no início deste ano. "Venho neste momento falar de uma coisa que me incomoda muito, porque há 34 anos houve um episódio comigo. Essas coisas aconteceram há 34 anos e hoje elas estão vindo como se tivessem acontecido hoje e eu fosse condenado e culpado. Para resumir: eu não tenho culpa nenhuma de nada, nunca levantei um dedo indevidamente ou inadequadamente para alguma mulher", disse ao Uol.

As polêmicas de Ana Thaís Matos, do SporTV

Vídeo: Ana Thaís Matos cutuca Cuca, condenado por estupro

Não é de hoje que Ana Thaís faz declarações polêmicas no ar. Há um ano, a comentarista deu sua opinião sobre a postura da goleira Bárbara, da seleção brasileira feminina de futebol, que trocou ofensas com a atleta paralímpica brasileira Andrea Pontes. "Eu não sei o que Bárbara tem na cabeça. Parece que não se preparou para o momento de maior exposição. Usar esportes paralímpicos pra atacar alguém é uma vergonha. Usar termos de violência sexual contra uma mulher outro erro medonho. Lamentável!", pontuou Ana.

Outro momento polêmico em que esteve envolvida foi quando Luís Roberto foi criticado por causa de uma pergunta que realizou â comentarista. Durante a transmissão, Luís reparou no físico de Jorge Jesus, técnico do Flamengo, e perguntou para a jornalista, responsável analisar o jogo, se o treinador português tinha luzes no cabelo. Os telespectadores não assimilaram bem o questionamento e afirmaram que o narrador, além de deselegante, foi machista 

Podcast Dupla de 2

Fabrício Falcheti e Sandro Nascimento levam em um bate-papo descontraído sobre os assuntos da televisão e famosos, com muitas informações de bastidores em primeira mão; confira

Ouça agora
Mais Notícias