Climão

Léo Batista revela que Boni o ameaçou de demissão por causa de uma gravata

O diretor da TV Globo acusou o jornalista de estar usando uma gravata anti televisiva


Léo Batista para o acervo da Globo
Léo Batista, por pouco, não foi demitido
Por Aline Campanhã

Publicado em 17/07/2022 às 13:32:00,
atualizado em 17/07/2022 às 13:32:16

Léo Batista está prestes a comemorar 90 anos e neste domingo (17), ele foi homenageado pelo Esporte Espetacular, programa em que foi fundador. Em um café da manhã para lá de descontraído, Bárbara Coelho e Lucas Gutierrez, relembraram histórias do jornalista e fizeram o “Sr. Léo” se emocionar com várias delas. A Voz Marcante, como ficou conhecido, pontuou a diferença da TV Globo na época em que trabalhava para agora e contou que quase foi demitido por usar uma gravata menos “tradicional”. 

“O Boni me mandou um memorando me ameaçando de demissão: ‘Hoje, Léo, você usou uma gravata anti televisiva’, falou que se eu repetisse eu tava demitido sumariamente. Eu tenho os memorandos, eu guardo tudo, eu sou lixeiro. Lixeiro no sentido de guardar tudo. Não posso jogar fora isso, é memória, é história”, recordou Léo Batista.

O locutor ainda destaca que logo no início do Globo Esporte, ele foi advertido por estar apresentando o programa sorrindo: “O Armando me mandou um memorando falando que eu estava muito sorridente, muito alegrinho no Globo Esporte e que eu tinha que ser mais sério. Eu falei 'peraí, eu tô falando de futebol, de esporte, de alegria, ué'. Hoje em dia contam até piada.” 

No bate-papo, Gutierrez questionou o apresentador sobre alguma história que marcou a sua trajetória nos tempos da televisão e, sem pensar duas vezes, Léo contou sobre a primeira vez que viu Garrincha no campo e o respeito que ele tinha com o craque Nilton Santos, ex-jogador do Botafogo e da Seleção Brasileira. 

“General Severiano era um estádio pequeno, cabia 6 mil pessoas, e tinha um jogo lá, Botafogo e Bom Sucesso. Apareceu um nome, na ponta direita estreando: e agora, é Garrincha ou Gualincho? Pegamos 4 ou 5 narradores e repórteres e eu falei 'vamos ao vestiário perguntar o nome dele'. Cheguei lá e chamei ele de garoto. 'Como é seu nome? Garrincha ou Gualincho?' Ele vira pra mim e diz 'pergunta lá pro seu Santos'. Era o Nilton Santos”, emocionado o jornalista destaca a educação de Garrincha e a reverência do menino, que havia acabado de começar no futebol, com os mais experientes.

Léo Batista e Hortência passaram por poucas e boas na Olimpíada de Sidney, em 2000

 Léo Batista quase foi demitido por causa de uma gravata

Hortência, a Rainha do Basquete, deixou um depoimento para Léo. A ex-atleta mandou um beijo carinhoso para o apresentador e disse se emocionar muito ao lembrar do locutor, afinal foi ele quem narrou suas principais conquistas. 

Léo Batista respondeu a Rainha e aproveitou para comentar sobre um apuro que os dois passaram na Olimpíada de Sidney: “Na Olimpíada de 2000, que foi em Sidney, tinha uma lanchonete de pizza e ninguém aguentava mais comer pizza, aí fizeram um restaurante. Era um balcão, tipo prato feito e eu vi a Hortência sentada num canto lá. Ela comia, mastigava, fazia uma careta. Falei 'ué, o que você arrumou pra comer que eu tô procurando?' Ela disse, 'arrumei uma carne dura, ruim, mas tô comendo, porque to com fome'. Aí olhei no balcão em frente, vi um cara com um negócio grande, com a carne boiando, e eu perguntei o que era e ele 'canguru'. Eu cheguei lá e falei pra Hortência e ela se desesperou”, contou rindo.

O apresentador, que ficou viúvo no início do ano, fará aniversário no próximo dia 22 e não pensa em se aposentar: “Quem vai me aposentar é o cara lá de cima. Tenho uma saúde razoável”.

Logo Superviral
Se for SURPREENDENTE, é SUPER VIRAL.

Aqui você encontrará os assuntos mais interessantes do momento e conteúdos incríveis. Bichos, fatos históricos, lendas urbanas, viral e muito mais. No Super Viral, o inusitado acontece!

Confira
Mais Notícias