Reportar erro
Memória

Aos 88 anos, Léo Batista não pensa em se aposentar: "Tenho uma saúde razoável"

Apresentador relembrou sua trajetória na TV

Léo Batista
Léo Batista continua na Globo - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 18/09/2020 às 10:24:06

Léo Batista é considerado um dos maiores apresentadores esportivos do Brasil e, mesmo com 88 anos, ele não pensa em se aposentar. O jornalista relembrou sua trajetória na TV e no rádio e afirmou que sua saúde é boa, por isso não pensa em parar de trabalhar.

“Quem vai me aposentar é o homem lá de cima. Tenho uma saúde razoável para 88 anos e uma boa memória. A máquina está um pouquinho emperrada, mas no geral estou bem”, declarou em entrevista para a colunista Carla Bittencourt, do jornal Extra.

Apesar de gostar de todos os esportes, Léo não esconde que sua maior paixão é o futebol. Quando não está trabalhando, ele procura sentar na frente da TV para acompanhar todos os tipos de jogos, desde os campeonatos profissionais até as categorias amadoras.

“Vejo tudo de futebol. Antigamente, a Rede Vida transmitia os campeonatos amadores, da terceira, quarta e quinta divisões do estado de São Paulo. Eu via tudo sempre que era possível. A vida inteira, sempre gostei de futebol”, relatou.

Com 50 anos de Globo, Léo confessa que nunca imaginou trabalhar na televisão e lembra que o aparelho não era acessível aos brasileiros em geral. “No início, não havia receptores, não chegava a muitas pessoas. Quando começou, em 1950, eu morava no interior de São Paulo. Não dava nem para pensar nisso”, comentou, no dia em que a televisão brasileira completa 70 anos.

Léo Batista e a televisão

Aos 88 anos, Léo Batista não pensa em se aposentar: \"Tenho uma saúde razoável\"

Batista era funcionário da Rádio Difusora e ficou empolgado ao ver uma televisão pela primeira vez. “Lembro que eu disse: ‘Ainda quero trabalhar nisso’. Mas não dava para criar expectativas, não sabíamos muito sobre este ‘rádio com imagem’. Aos poucos, vimos que não era um bicho de sete cabeças. Era algo que estava chegando para revolucionar a comunicação”, contou.

O convite para trabalhar na TV o preocupou no início, mas hoje ele comemora ter aceitado o desafio. “Estava sempre de olho, procurando me desenvolver na Rádio Globo, onde trabalhei, para ver se colhia mais à frente os frutos que plantava. Foi quando surgiu a oportunidade na TV Rio. Podia ser uma aventura, mas eu via que era o futuro. Tentei a sorte e deu certo”, completou.

Mais Notícias