Averiguação

Investigado pela polícia, Tirullipa se pronuncia sobre bens apreendidos

Humorista se manifestou sobre mandado para confiscar alguns pertences deles em sua residência em São Paulo


Tirullipa sério
Investigado pela polícia, Tirullipa se pronuncia sobre bens apreendidos - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 16/07/2022 às 20:59:00,
atualizado em 16/07/2022 às 21:00:03

O humorista Tirullipa usou as redes sociais para se pronunciar sobre a apreensão que a Polícia Civil fez em sua casa, em Barueri, na Grande São Paulo. As autoridades confiscaram alguns pertences depois de mandado expedido pela Justiça, já que ele é investigado por envolvimento com a Betzord, empresa de apostas esportivas na internet, sob o suposto crime contra a economia popular e associação criminosa. Nos stories do Instagram, Tirullipa afirmou não ter ligação com a companhia.

"Gente, vínculo zero, não tenho vínculo com essa empresa, não tenho vínculo com esses sócios. Fiz o meu trabalho pontual, fiz o meu trabalho, recebi pelo meu trabalho e ponto final. Foi isso o que aconteceu. Gente, eu nunca irei me envolver. O que aconteceu de fato foi que eu prestei serviço para uma empresa em 2021 e não só eu, como muitos influenciadores prestaram serviço. Fiz meu trabalho, recebi meu dinheiro e não tive mais envolvimento com essa empresa", disse.

"Ah, Tirulipa, levaram coisa sua'? Levaram, levaram coisas minhas para inquérito, já devolveram uma parte, já comprovei, já estou provando e estou à disposição da Justiça. Eles sabem de tudo meu, eles têm tudo meu e graças a Deus, pago meus impostos direitinho. Certas pessoas querem sujar o teu nome na internet, mas a Justiça é a de Deus. Estou com vocês e sei que tem gente comigo aí."

Tirullipa

Por meio de sua assessoria jurídica, Tirullipa reafirmou que tenha ligação com a empresa investigada. Além disso, a nota esclarece que o comediante está à disposição da Justiça.

"Em atenção ao que vem sendo veiculado na mídia acerca do cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência do humorista Tirulipa, a assessoria jurídica do artista informa que o mesmo não possui qualquer envolvimento com a empresa investigada por suposto crime contra a economia popular e associação criminosa. Além disso, não figura como investigado no inquérito", dizia a nota jurídica, assinada pelos advogados Caio Sanas e Jamilson de Morais Veras.

"Vale destacar que o artista realizou apenas uma ação de divulgação pontual e única, no ano de 2021, para a empresa investigada. Ressalta-se ainda, que todos os valores e itens apreendidos em sua casa são provenientes do seu trabalho, legalmente declarados e já estão sendo devolvidos ao artista, que segue contribuindo com toda a investigação e à disposição da justiça!"

Assessoria jurídica de Tirullipa

Além de Tirullipa, Deolane Bezerra também tem bens apreendidos pela polícia

imagem-texto

Além de Tirullipa, a polícia da 27ª DP também cumpriu o mandato de busca e apreensão na mansão de Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, em um condomínio de luxo em Alphaville, em São Paulo, também pelo suposto crime contra a economia popular e associação criminosa da advogada, segundo noticiou o site Metrópolis. A polícia apreendeu carros, relógios, notebooks, entre outros artigos. 

 "Na determinação judicial, a Deolane Bezerra é elencada apenas como averiguada, em decorrência de um suposto patrocínio da empresa investigada, em relação a uma festa que ocorreu em meados de 2021, não fazendo qualquer ligação de fato criminoso a influenciadora. Cumpre esclarecer que, todos os contratantes de Deolane Bezerra passaram um rigoroso processo de avaliação de idoneidade da empresa/pessoa, bem como, sobre o crivo da legalidade do produto/serviço a ser divulgado pela influenciadora. Desta forma, Seguimos tranquilos colaborando com as investigações e confiantes na lisura do processo judicial", informou a assessoria jurídica da influenciadora digital. 

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias
Outros Famosos