Novos rumos

Fátima Bernardes revela se já pensou em sair da Globo: "Tem tanta besteira sendo falada"

A apresentadora está prestes a deixar o Encontro para se dedicar ao The Voice


Fátima Bernardes de braços cruzados, vestindo macacão azul-marinho, no cenário do Encontro
Fátima Bernardes falou sobre os próximos passos de sua trajetória na TV - Reprodução/Instagram
Por Jéssica Alexandrino

Publicado em 22/05/2022 às 15:02:08,
atualizado em 22/05/2022 às 15:03:01

Fátima Bernardes está prestes a deixar o Encontro para se dedicar ao The Voice. Em entrevista concedida ao Jornal Extra, a apresentadora falou sobre os novos rumos que sua carreira está tomando e revelou se já pensou em sair da Globo e parar de trabalhar. "Jamais pensei em parar. Meu contrato ainda nem terminou, não começou o do “Voice” ainda... Tem tanta besteira sendo falada! Eu não me vejo indo para um outro lugar e começando uma nova história. Posso fazer coisas para o streaming, futuramente, pensar projetos para o Globoplay. Aliás, tenho e recebi várias ideias de outras pessoas. Mas não é esse o momento", iniciou.

"Agora é a hora de eu fazer o que vou fazer: voltar para o horário noturno num programa que fala de sonhos e planos. Isso muito me agrada, vai me fazer bem. O Encontro é um espaço para pessoas que sofrem todo tipo de violência reverberar essa dor. Tantas mães eu já entrevistei que perderam filhos! Tantas tragédias familiares e nacionais eu me vejo diariamente cobrindo. Acho que a partir de agora posso contribuir de um outro jeito. É um novo desafio, e eu estou muito feliz com ele. Gosto de coisa nova, mudança traz frescor para todos os lados, jovialidade, olhos brilhando... Eu sou uma profissional inquieta, sempre falei isso para todos os meus chefes: pensem sempre em mim para mudanças, não sou apegada", completou ela.

À mesma publicação, a jornalista contou o que a motiva a continuar na TV. "Saber que eu ainda tenho muito a descobrir, a aprender. Quando eu percebo estar num lugar que eu não domino, isso me faz um bem enorme. Deve ser muito ruim ficar com a sensação de que já se fez tudo. Se você perguntar pra Fernanda Montenegro, ela vai te dizer que ainda não fez tudo, embora o público acredite nisso", disse.

Questionada se realizou tudo o que queria à frente do Encontro, ela respondeu que sim. "Ah, sim. Isso, com certeza. Não ficou nada para trás. A única coisa é que eu gostaria de voltar a ter as cem pessoas na plateia antes de deixar o programa. Mas acho que não vai ser possível... Hoje (no último dia 16) foi a primeira vez da plateia sem máscaras, com 25 pessoas. Eu adoraria ver a plateia cheia de novo, mas isso não depende da gente", acrescentou.

Fátima Bernardes responde as críticas sobre sua ausência no Encontro: "Injusto"

Fátima Bernardes revela se já pensou em sair da Globo: \"Tem tanta besteira sendo falada\"

Ainda na mesma entrevista, Fátima Bernardes falou sobre as críticas que recebe por suas ausências no Encontro. A apresentadora ganhou a fama de tirar muitas férias por ano. "Mas, gente, isso é muito injusto! Quando você passa por uma cirurgia de câncer e consegue voltar ao trabalho em um mês, ninguém diz que você retornou mais rápido do que qualquer pessoa. Depois, eu faço uma cirurgia no ombro que me deixa com uma tipoia no braço, afastada por seis semanas. Voltei a trabalhar sem conseguir botar a mão na cabeça. Isso ninguém vê. Sinto muito, mas a Globo nunca considerou afastamento por doença como férias", argumentou.

"Eu dormia recostada num triângulo, com um braço afastado do corpo. Isso são férias? Não! Então, quando estou curada, é lógico que vou tirar as minhas férias. A primeira coisa que ouvi dos meus chefes foi: “Você tem que ficar boa, esqueça o restante”. Nunca entendi essa cobrança das pessoas, como se eu fosse servidora pública. Eu sou funcionária de uma empresa particular que reconhece o meu trabalho e a minha necessidade de repouso também", continuou.

"Às vezes, falam porque gostam de mim e não querem me ver fora do programa. Eu entendo, mas preciso de descanso, de recuperação, pra voltar melhor. Quando no Jornal Nacional, eu não trabalhava em nenhum feriadão, e ninguém nunca falou nada. No Encontro, tem dias em que gravo à tarde e ninguém vê. Fiz várias aulas fora do horário de trabalho para quadros do programa... Eu sei o quanto eu dedico da minha vida para o trabalho. Se eu vou entrevistar uma escritora, leio o livro dela antes. Se o ator com quem vou falar está lançando um filme, eu assisto antes", finalizou.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias